Sobre o financiamento de um veículo usado.

Sobre o financiamento de um veículo usado.

Sem grana para comprar um carro à vista, muitas pessoas acabam optando pelo financiamento de um veículo usado. Contudo, as dúvidas em relação a esta opção de pagamento são inúmeras, principalmente quanto as taxas. Para que você não tenha dúvidas se está fazendo um bom negócio, confira o nosso guia para te auxiliar antes de fechar a compra!

Analise o preço de custo do veículo

O que você busca? Lembre-se que um carro usado, com os mesmos itens de um carro novo, têm preços consideravelmente inferiores, com variações que chegam a 30% a menos que os modelos zero km. Isto já é uma grande vantagem, já que as opção de financiar a compra é, em muitos casos definida pela falta de verba para quitar o veículo à vista.

Pesquise as taxas de juros do mercado

Fazer as contas não é uma das coisas mais legais para se fazer na vida, mas extremamente necessário. Segundo dados do Banco Central ou a Anefac ( Associação Nacional dos Executivos de Administração, Finanças e Contabilidades), é possível concluir que a taxa média mensal para o financiamento de veículos chega a 3,5% ao mês. Essa média é referente ao financiamento em geral, tanto de um carro novo quanto de um carro usado. Mas se tivermos que dividir os juros de um financiamento de um automóvel novo e de um usado, veremos que a diferença: de 1,5% e 2% ao mês para os novos e 4,5% ao mês para os usados.
Mesmo com a variação, a opção por comprar um carro usado financiado ainda é a opção de grande parte da população. Isto se deve ao fato de que mesmo com os valores consideravelmente mais altos, as parcelas cabem no bolso dos consumidores, que na maioria das vezes não têm o valor total para investir na compra à vista.

Veículos novos x veículos usados

Para efeitos de avaliação, vamos imaginar que um carro “x”, seja avaliado em 17 mil na sua versão 2010 e que 0 km ele custe 22 mil. Na situação hipotética, a pessoa dará 30% de entrada e financiará o restante em 36 parcelas. No financiamento do carro novo os juros serão de 2% ao mês e no do carro usado será de 4% ao mês.
A entrada para o carro novo ficará em cerca de R$6.600 e as parcelas, acrescidas de juros de 2% ao mês, ficarão no valor de R$620. No total, esse carro seria adquirido pelo valor de R$29.100, ou seja, cerca de 30% a mais do que o seu valor original.
Já no caso de um carro seminovo, as contas seriam as seguintes: R$5 mil de entrada, e 36 parcelas no valor de R$629, com juros de 4% ao mês. A conta no final do financiamento seria cerca de R$27.700, ou cerca de 63% a mais do que o valor do carro, se fosse comprado a vista.

Considere outros fatores no cálculo

Neste caso hipotético, mas bastante próximo à realidade, podemos perceber que os valores, tanto o de entrada, quanto os das parcelas, foram bastante próximos. Contudo, outros fatores devem ser levados em consideração na análise como os opcionais do carro zero km – que geralmente não estão inclusos nos valores anunciados – e do mesmo modelo usado -que já englobam todos acessório do veículo. Além disso, a desvalorização dos veículos novos é bastante considerável, chegando a 30% apenas no primeiro ano de uso, o que é reduzido gradativamente com o passar dos anos – e torna-se uma grande vantagem para a compra de veículos usados

Como reduzir o impacto dos juros na compra de um seminovo

Quanto menor for o valor a financiar, menor será o impacto dos juros no valor total da compra. Por isso, a nossa dica é que você faça um esforço para juntar o máximo de dinheiro possível para dar como entrada na compra do automóvel.

Menos impulsividade resulta em um melhor negócio

Ao optar por um modelo seminovo, recomendamos que você tenha paciência para garimpar um carro em bom estado. Faça pesquisas, leia matérias na internet, leia revistas especializadas no assunto, peça sempre para fazer o test drive e conte com nossa ajuda para fazer um bom negócio.
Isso também vale para pesquisar as taxas de juros no mercado: avalie as opções da concessionária, mas não se atenha a elas. Verifique os valores financiados em bancos diversos para tomar uma decisão sábia e fechar um bom negócio.
Encontrar um bom carro usado e pagar valores acessíveis exige um pouco de paciência, mas com certeza compensa, pois evita dores de cabeças futuras. Nunca faça um grande compra, como essa, por impulso!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *