Quais documentos preciso exigir na compra de um veículo usado

Quais documentos preciso exigir na compra de um veículo usado

A compra de um veículo usado demanda muitos cuidados. Não basta analisar apenas o preço e o estado de conservação do carro, é necessário observar também as questões burocráticas e legais da transação. Um dos pontos mais imprescindíveis na negociação envolvendo um veículo seminovo consiste justamente no levantamento e conferência da documentação. Confira como proceder nesse sentido:

Para começar

Primeiramente anote a placa ou chassi do veículo. A partir dessa informação, faça uma pesquisa no Carcheck a fim de verificar se há alguma pendência financeira, multa ou alguma restrição que impeça a transferência do carro. Avalie também se os documentos são autênticos e se necessário for, conte com um profissional para te auxiliar nesse processo. Nessa etapa, confira também se o número de chassi gravado no veículo é o mesmo que consta na documentação e na pesquisa. Você também pode solicitar ao vendedor o renavam do veículo e realizar no site do Detran uma consulta gratuita que irá apresentar dados básicos de multas ou impedimentos estaduais.

Durante a negociação

Verificar se a documentação está completa e em dia é uma segurança a mais para os compradores, pois garante a transparência e legalidade da negociação. Veja a seguir os documentos necessários para concretizar a compra de um veículo:

  • Cópia do comprovante de residência (conta de energia elétrica, gás, água, IPTU, internet, plano de saúde e afins). O comprovante deve ter sido emitido até três meses antes do início dos trâmites de venda;
  • Comprovante bancário original com a taxa de transferência;
  •  Certificado de Registro do Veículo (original) devidamente preenchido, assinado e datado, com firma reconhecida em cartório;
  •  Em caso de alienação (leasing, consórcio ou financiamento), anexar o contrato original, preenchido e assinado também com firma reconhecida
  • Quarta via da importação (apenas nos casos de carros estrangeiros);
  • Decalque de motor;
  • Decalque do chassi;
  • Caso o vendedor seja uma pessoa jurídica, é preciso apresentar a cópia do contrato social.

Com o documentos reunidos, é importante protocolá-los junto ao formulário do Renavam para a transferência.
E se o carro tiver placa de outra localidade?
Se a placa for de outra cidade ou estado, é necessário solicitar documentos adicionais. Dentre eles:

  • Histórico ou prontuário do veículo;
  • Certidão Negativa de Multa da cidade de origem;
  • Certidão Negativa de Furto;
  • Atestado da Vistoria obrigatória no Detran.

 

Para facilitar o processo

A conferência dos documentos pode ser feita através do Detran em sua cidade. Contudo, é exigida presença para a verificação, o que resulta em filas e, consequentemente, tempo de espera. Alguns dados podem ser verificados no site de Detran de forma gratuita. Você também pode utilizar o Carcheck para buscar informações de âmbito estadual e federal além de dados sobre a procedência do veículo, facilitando ainda mais a sua escolha.

Depois da venda concretizada

Quando a venda for fechada, você poderá transferir o carro para o seu nome. O procedimento pode ser realizado por um despachante ou até mesmo por conta própria. Vale destacar que o prazo legal para a solicitação de transferência é de 30 dias após a assinatura do recibo. O formulário de requerimento de transferência pode ser adquirido nas papelarias ou diretamente no site do Detran do seu estado.

Os processos de transferência podem ter pequenas variações de um estado para outro, por isso é preciso ficar atento às recomendações do Detran local. Agora que você já teve acesso a essas dicas, fique de olho em todos os documentos e nunca assine nenhum contrato, termo de compromisso ou recibo sem antes ler e averiguar todas as informações contidas nas documentações. Bons negócios e até a próxima!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *