Seguro para veículos de leilão

Seguro para veículos de leilão

Uma dúvida que aflige muitas pessoas que desejam adquirir carros em leilões é se, mesmo aproveitando a vantagem de obter preços bem abaixo do mercado, seu veículo poderá ficar protegido por um seguro automotivo adequado. A preocupação não é improcedente, visto que o consumidor deve ter bastante atenção até mesmo antes de começar a oferecer lances pelos automóveis em leilão. Às vezes, a empolgação por economizar pode desorientar um pouco quem pretende adquirir um veículo em oportunidades como esta.

Em primeiro lugar, o comprador deve reservar o dinheiro a ser investido, pois a compra em leilões é usualmente realizada à vista. Além disso, o valor do veículo adquirido não é a única quantia a ser desembolsada, visto que existem cobranças de algumas taxas legais atreladas a compra. Além disso, é comum que alguns veículos precisem de pequenos reparos ou trocas de peças.

Contudo, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) adverte que os débitos do antigo proprietário e outros serviços, como taxas de reboque e diárias do depósito, não deverão ser quitados pelo novo adquirente. Isso porque, se houver dívidas, o negociante deverá utilizar parte do valor pelo qual o veículo foi arrematado para extinguir quaisquer despesas administrativas e eventuais tributos atrasados ou demais encargos legais.

Aprovação na vistoria e laudo de inspeção veicular são necessários para um conseguir o seguro

Os olhos devem também se manter abertos para as arapucas escondidas nos leilões irregulares, feitas por seguradoras embusteiras ou empresas que organizam vendas de automóveis apresentando documentação irregular ou adulterada. Por isso o futuro comprador deve considerar os leilões das empresas corretamente legalizadas e prestigiadas no mercado.
Quando o interessado for analisar o veículo no pátio da organizadora do leilão, portanto, tudo deve ser minuciosamente examinado, desde a lataria, passando pelos pneus, numeração do chassi, estado geral do motor e existência (ou não) de acessórios. Se o veículo em leilão for aprovado na vistoria técnica da seguradora e estiver com o laudo de inspeção veicular, realizado pelo DETRAN, não há qualquer motivo para a não concessão de seguro.

De fato, a questão é mais facilmente resolvida quando os veículos são vendidos em leilão público oficial com o objetivo direto de restituir às instituições financeiras os valores de financiamento cedidos para os antigos proprietários. Nesse caso, se não houver sinistro atrelado ou dano estrutural no carro, o seguro segue normalmente a contratação, sem oposições. Mas o bem pode ser decorrente de outros tipos de penhora, e por outras razões, como quando o automóvel cobiçado for procedente de roubo, furto ou tiver participado de acidente em que houve perda total, ou quase integral, a vistoria da seguradora poderá ser bastante exigente.

Compre no leilão e garanta seu seguro

O simples fato da obtenção do carro em leilão não validaria a recusa por parte da seguradora, nem a proposta de um contrato de seguro com um investimento exorbitante. Isso, inclusive, fere o artigo 39, IX do Código de Defesa do Consumidor, por ser considerada prática abusiva. Mas a participação em sinistro ou a ampla deterioração do automóvel podem ser, sim, uma justificativa para recusar ou até majorar excessivamente o valor do serviço para o veículo. A negativa ou a aparente desproporcionalidade nos valores cobrados devem ser apontadas no resultado da vistoria técnica, cuja exposição precisa apresentar argumentações satisfatórias para não ser enquadrada como abuso.

É importante dizer ainda que o consumidor tem amplo direito à informação sobre o bem que pretende adquirir. Isso quer dizer que, no ato da compra, é obrigação da organizadora do leilão noticiar todos os eventuais problemas que o veículo tem ou poderá apresentar, além de ser transparente quanto a possibilidade ocasional de recusa do seguro. Agindo de má fé ao omitir informações preciosas, a seguradora poderá ser civilmente responsabilizada, indicando a viabilidade de indenização ao consumidor.

Ter um seguro para o seu carro usado é a forma mais prática de resguardar de acidentes e incidentes, evitando prejuízos! Por isso, fique de olho em nossas dicas antes de comprar um veículo em leilão. Assim, você se assegura que está realizando um bom negócio envolvendo todos os trâmites legais necessários.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

16 comentários

  • comprei um celta 2006 no leilao de valinhos que se chama VIZEU LEILOES ,e agora nao estou conseguindo fazer o seguro do carro,o doc esta tudo ok o carro nao tem detalhes,o veiculo e recuperado de financiamento do bradesco,e ninguem do leilao mim esclarece nada,por favor mim ajudem se puderem

    Responder
  • Olá, gostaria de saber se com o tempo essa informação de que o carro foi adquirido de um leilão some?
    Por exemplo, comprei um carro agora, e pretendo ficar com ele por uns 4 anos, quando eu for vender ainda vai constar que ele era de leilão?

    Grata.

    Responder
  • ola!
    gostaria de saber se o carro comprado em leilão tem alguma dificuldade pra financiar ele depois,pois estou pensando em comprar alguns carros pra revender e andei lendo eu os bancos não estão financiando carro de leilão mesmo sendo recuperado por falta de pagamento.

    Responder
  • Comprei um carro de leilão,consta no cachecol que o carro foi batido,estou com o documento do Detran em dia,vou conseguir fazer o Seguro desse veículo?pretendo transferir um seguro de outro carro para esse posso?

    Responder
  • Boa noite comprei um carro de leilão de financeira e mesma assim não consigo fazer seguro, existe alguma jeito de resolver esse problema, porque fui informado que carro proveniente de financeira não tinha problema para ser aceito em seguro.

    Responder
  • Comprar carro em leilão principalmente recuperado de financiamento, não deveria ter problema algum, leilão é uma forma licita, outra cosia leilão não é quem da menos é quem da mais, e ajuda os bancos e financeiras, realmente não da para entender, tem um paradoxo o mesmo banco que leva o carro para leilão e se beneficia com isto, não aceita fazer seguro ou dificulta e prejudica seus clientes que compraram, acho que o minimo que os leiloeiros deveriam fazer era garantir este seguro ou avisar deixar bem claro para seus clientes que seus carros dão dor de cabeça na hora de fazer seguro, assim o cliente comprava sabendo isto faria que o valor dos carros caíssem mais por isto não falam e se beneficiam desta omissão.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *