Vale a pena comprar carro com motor retificado?

Vale a pena comprar carro com motor retificado?

Na hora de trocar de carro, você tem sempre a expectativa de pegar um veículo mais novo e que demore muito tempo a apresentar problemas ou a necessitar de ajustes. Atualmente, o mercado está cheio de opções, para todos os gostos e para todos os bolsos.

O que aconteceria se você, entre as suas pesquisas, encontrasse o modelo dos seus sonhos, por um excelente preço, mas descobrisse que o motor do automóvel tivesse passado por uma retífica? Você acharia arriscado demais fazer essa aquisição? Ou existe alguma maneira de ter certeza que a retífica do motor foi bem feita e não vai acusar problemas? Confira o nosso artigo!

Descubra as razões que causaram o problema

A primeira medida a ser tomada é tentar verificar por que o motor bateu ou fundiu. Isso vai ajudar a determinar os componentes que foram mais atingidos.

Se, por exemplo, a causa foi a falta de lubrificação, provavelmente as peças que apresentaram problemas e foram trocadas ou consertadas foram os pistões, os anéis de segmento e o virabrequim. Caso a máquina tenha superaquecido, pode ter ocorrido um simples empeno do cabeçote, ou coisa muito pior!

Vale a pena solicitar à empresa que desempenhou o serviço de retífica, caso a compra esteja sendo feita diretamente com uma pessoa física, ou à loja revendedora do automóvel usado para que se possa ver uma relação com a descrição do serviço e das peças substituídas. Assim, você poderá calcular a real dimensão das avarias ocasionadas ao motor e acercar-se de mais dados para ajudá-lo em sua decisão de compra.

Faça uma verificação visual no carro

Faça uma inspeção do motor, a fim de verificar as suas condições gerais. Caso você não tenha conhecimentos para isso, conte com a ajuda de um mecânico de sua confiança.

De toda a sorte, a máquina não pode ter vazamentos de óleo ou de água em suas juntas ou em seus acoplamentos. O motor ligado não pode apresentar falhas nem trancos, sobretudo na marcha lenta. Ainda, verifique o consumo de óleo e se existe excesso de fumaça saindo pelo sistema de escapamento.

Verifique a procedência do carro

Um dos maiores temores ao lidar com um carro que teve o seu motor retificado é descobrir, mais tarde, que ele foi fruto de um acidente gravíssimo, que veio de um furto ou de um roubo, de sorte que tenha sido desmontado e teve as peças de pior qualidade colocadas em seu lugar. Um recurso de ótimo nível para se proteger disso é fazer uma consulta veicular, não só para descobrir tudo sobre o automóvel, mas também para saber se ele pode ser legalmente vendido.

A maioria das pessoas que descobre que o motor de um carro que está à venda foi modificado ou aberto fica, e com razão, cheia de dúvidas para fechar um negócio. Isso ocorre porque se perde um pouco a confiança no bom funcionamento da mecânica do veículo, que poderá esconder transtornos insolúveis para o novo proprietário, de modo que a retífica possa ter sido um mero paliativo.

Contudo, é possível afirmar que os serviços de retífica autais estão progressivamente mais confiáveis e mais seguros. O que é imprescindível ser feito é descobrir a razão que determinou a necessidade de fazer esse reparo, certificar a qualidade da retífica e distinguir se o carro está legalizado para ser vendido.

É aí que você pode fazer uma consulta veicular e ter acesso ao histórico completo do veículo. Não compre o seu carro usado sem antes consultar a Car Check!

Restou alguma dúvida ou gostaria de fazer alguma observação? Deixe o seu comentário!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

3 comentários

  • Olá!
    Estou fechando negócio em um Vectra exelence 2008 visualmente o carro está impecável tanto dentro quanto fora, porém o proprietário da loja me disse que esse carro teve o motor fundido por conta de uma mangueira que se rompeu do motor, “segundo ele” agora com o motor feito ja rodado mais de 12.000 km está me garantindo 6 meses de garantia, estou em. Dúvida se pego ou não esse veículo, será que estou correndo risco de esquisita esse veículo?
    Obrigado.

    Responder
  • Pode falar o que quiser, mas para mim motor retificado não fica a mesma coisa de um motor original e a vida útil é sempre menor do que as retificas garantem. Além disto, após retificado o barulho assim como o funcionamento do motor passam a ser diferentes, até hoje eu não vi uma retifica que conseguiu deixar o funcionamento igual ao de um motor original de fábrica e olha que não estou me referindo a motor novo de fábrica. Eu sempre prefiro comprar um veículo com motor de meia vida à um veículo que tenha passado por retífica.

    Responder
  • Eu tô negociando um Nissan Tiida 1.8 automático, e agora momentos antes de fechar negócio, a correia dentada rebentou, sendo que ele tinha trocado a pouco tempo, e ainda estar na garantia, mas o prejuízo chegou na casa dos 4 mil, ele disse que o motor vai passar por uma retifica, até então ele era todo original de fábrica. A pergunta é, seria uma boa ideia comprar esse carro com o motor retificado? O meu medo é que ele não tenha o msm desenvolvimento de antes.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *