Motos com motor flex: veja as vantagens e desvantagens

Motos com motor flex: veja as vantagens e desvantagens

Muitas pessoas têm mudado sua mentalidade e investido na moto como meio de transporte. Seja por economia de combustível, por comodidade na esperança de gastar menos tempo no transito ou até por paixão, a venda de motos tem crescido no Brasil nos últimos meses. As motos com motor Flex se tornaram um dos principais alvos, mas ainda existem muitas dúvidas quanto às suas vantagens.

Ela é mesmo a melhor opção? Descubra na postagem que preparamos para você!

Vantagem: o poder de escolha

Motos com motor Flex já são consideradas as mais vantajosas do mundo, mas a sua maior vantagem é o poder de escolha que oferece ao consumidor. Por meio de uma rápida pesquisa, ela pode escolher qual combustível utilizar, abastecendo com o que é mais rentável e, dessa forma, economizando.

Caso o motorista escolha abastecer com o mesmo tipo de combustível, não existem danos e ele continua funcionando perfeitamente. Mesmo quando decidir variar ou misturá-los. A diferença das motos com motor Flex é que o motor foi criado com mais sensores e com um sistema de injeção e de ignição que se adaptam a cada tipo de combustível, sendo ele álcool ou gasolina.

Desempenho

Uma desvantagem descoberta algum tempo depois foi que o motor Flex pode não ser tão eficiente como o motor comum, principalmente quando o combustível escolhido é o álcool. Ainda existem controvérsias quanto a este assunto, mas todos afirmam que o desempenho é, ao menos, um pouco inferior.

Etanol

O preço do etanol não é uma constante, variando de acordo com a safra da cana de açúcar e também da localização geográfica da zona de plantio. Na região Sudeste, por exemplo, que fica próximo aos centros produtores, o preço costuma ser menor.

No posto de gasolina, o etanol é mais barato que a gasolina. Ainda assim, ele pode não ser uma opção vantajosa, já que ele tem cerca de 70% do poder de queima da gasolina, ou seja, o seu preço precisa ser, ao menos, 30% menor que o da gasolina. Nesse caso, basta multiplicar o preço do litro da gasolina por 0.7 e você descobrirá o valor máximo que deve pagar pelo litro de etanol para que a compra seja economicamente vantajosa.

Qual escolher

Caso a conta não demonstre vantagem para nenhum dos dois, é preferível optar pela gasolina em períodos mais frios, justamente pela facilidade de partida e por esquentar o motor mais rapidamente (fazendo com que trabalhe na temperatura ideal e gaste menos combustível). Já em dias quentes, você pode optar pelo etanol ou pela mistura, já que nesse caso, o etanol queima em uma temperatura mais baixa.

A necessidade de misturar

O ideal é não misturar os combustíveis no tanque, já que o desempenho do motor pode ser um pouco superior quando o álcool e a gasolina atuam de forma isolada. Entretanto, não existe uma imposição desse fato e usar um ou outro combustível não altera a durabilidade ou desempeno do motor da moto.

No início, os Flex proporcionaram uma grande economia, principalmente quando o álcool era mais barato. Hoje, os tempos mudaram e quando o etanol é vantajoso, a diferença é pequena.

Além disso, mesmo quando abastecido só com a gasolina, os Flex podem beber mais que os motores que rodam somente com a gasolina, tendo seu desempenho reduzido. Esses são alguns dos motivos que têm feito muitas pessoas optarem pelos veículos com motorização comum.

O que acha? Prefere os veículos com motorização Flex ou este não é um diferencial para você? Tem alguma dúvida ou opinião diferente? Compartilhe nos nossos comentários!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *