Como deixar os pneus da sua moto sempre em dia

Como deixar os pneus da sua moto sempre em dia

Uma motocicleta é menor do que os demais tipos de veículos, mas os cuidados com ela são sempre necessários, tanto quanto ou até mais que nos carros. Como uma moto possui estabilidade bem mais frágil do que os outros automóveis, ficar de olho nos pneus é obrigação diária do motociclista. Para tirar suas dúvidas, te ajudar, a saber, como fazer esse monitoramento correto, garantir sua segurança e uma vida útil mais longa para diferentes peças, reunimos várias dicas neste post. Acompanhe conosco!

Calibragem certa

Manter os pneus da moto com calibragem correta garante uma série de vantagens para o veículo e, consequentemente, para a sua segurança. Quando eles rodam “baixo”, o risco de serem furados é maior, a chance de bater em um buraco e cortar a carcaça aumenta. Dessa maneira, se o impacto no mesmo buraco for forte, há risco de entortar a roda e quebrar um aro.

Quando a calibragem é benfeita, a aderência ao solo e a estabilidade não ficam prejudicadas. Para quem sempre precisa carregar alguém na garupa ou coloca peso na parte de trás, é necessário aumentar a pressão colocada no pneu traseiro para garantir que ele não rode murcho. Em geral, a regra é usar quatro libras a menos na dianteira com relação ao que você calibrou no pneu de trás. Mas é importante sempre verificar o manual da sua moto para saber qual a melhor orientação para cada tipo.

Sempre verifique os pneus antes de sair de casa e passe em uma borracharia ou posto de combustível quando constatar que precisa enchê-los. Procure fazer isso pela manhã e não rode muito (mais que 10 minutos) até encontrar um lugar para fazer a calibragem. Essa recomendação é ainda mais crucial quando você for viajar, ou percorrer distâncias mais longas. O calor ajuda a dilatar o ar e altera o volume. Assim, quando você acha que está com uma determinada pressão, se os pneus estão quentes essa quantidade fica maior.

Troca acertada

Existe máquina específica para fazer a montagem do pneu na roda de moto. Procure por oficinas que realizam o serviço nesse tipo de equipamento. As rodas raiadas são as que mais sofrem quando o borracheiro tenta instalar um pneu sem usar o mecanismo apropriado. E você ainda corre o risco de ter entortada alguma das rodas.

Em geral, os pneus aguentam entre 10 mil e 12 mil quilômetros, mas isso não significa que antes dessa rodagem possa não ser necessária uma substituição. Avalie de tempos em tempos o friso na faixa central e procure por falhas. Se notar que ele está gasto, é hora de fazer a troca.

Para conferir também se está ou não na hora da troca, verifique se o ressalto entre os sulcos do pneu está muito desgastado. Trata-se do TWI, que nada mais é do que um indicador de desgaste.

Instabilidade em curvas também denuncia a necessidade de manutenção ou de pneus novos. Não demore para fazer esse serviço porque sua segurança está intimamente ligada ao bom funcionamento da moto.

Que tipo de pneu utilizar

A regra nessa hora é seguir as recomendações da fábrica para não atrapalhar o desempenho e a segurança do seu veículo. Quem pretende mudar o estilo do pneu, deve verificar com um profissional se a moto comporta o modelo que pretende utilizar.

Quando você anda tanto em estradas de terra como em asfalto, o melhor modelo é o misto. Nestes casos, eles são duros e oferecem boa aderência no solo.

O pneu Touring geralmente é usado por quem anda de moto no dia a dia nas cidades. Eles também são duros e possuem uma longa vida útil. O contrário desses modelos é o esportivo, que é macio e normalmente usado em motos maiores e com grande potência. O tempo de uso dos esportivos é um dos menores e eles se adaptam melhor às acelerações fortes e frenagens bruscas.

Hora de alinhar e balancear

Não é só carro que passa por alinhamento e balanceamento. As rodas de motocicletas sempre necessitam passar por esse serviço se houve a troca de pneus ou se foi preciso consertar um raio quebrado ou aro amassado.

Se você sofreu um tombo ou se o veículo caiu no chão, muitas vezes o alinhamento é perdido também. Outra situação que exige esse tipo de mão de obra é quando o rolamento da roda estraga e você precisa substituí-lo.

Tipos de balanceamento

As rodas de liga leve podem ser balanceadas no modo estático ou no dinâmico. Este primeiro é um trabalho manual, já o segundo depende de uma máquina computadorizada, processo semelhante ao que acontece com carros. O serviço mais utilizado pelos motociclistas é o estático, que custa mais barato e tem resultado satisfatório. Além disso, garante uma vida mais longa para os pneus.

Entender perfeitamente como cuidar dos pneus garante a você e sua moto muito mais tranquilidade e segurança. Além disso, valoriza o veículo na hora de uma venda, pois garante a ele um bom estado de conservação.

Se você quer comprar uma motocicleta, verifique se o ex-proprietário tomou essas precauções. Não deixe de analisar também outras informações importantes antes de fechar o negócio. Neste link você confere como pode fazer uma pesquisa ampla e realizar uma boa compra.

Você toma esses cuidados com a sua moto? Se você tem alguma outra dica interessante para manter a conservação e segurança do seu veículo, compartilhe com a gente através dos comentários!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *