Chão molhado embaixo do carro? Leia este guia

Chão molhado embaixo do carro? Leia este guia

Para você que está comprando um carro ou já é proprietário, deve ficar atento para um dos maiores perigos que pode haver: o vazamento. Ele é silencioso e pode ser prejudicial para o veículo e para seu bolso. Falta de óleo, líquido de arrefecimento, fluído de freio ou vazão de gasolina criam uma série de problemas como comprometer seriamente o motor e risco de fogo.

Se você está bem informado e atento, vai afastar todas essas dores de cabeça e agir com rapidez para sanar os problemas. Agora você tem a chance de ficar interado sobre o que um chão molhado embaixo do seu automóvel significa, basta seguir esse guia.

Sinal de óleo pode ser problema grande

Esse vazamento de óleo pode significar um problema simples ou algo complexo e que vai custar caro para consertar. Para eliminar a possibilidade mais simples, veja se o nível está acima do indicado. Basta verificar na vareta do medidor de óleo. Existem duas marcas nessa peça, a inferior demonstra que falta lubrificante e a superior indica excesso, que sempre resulta em vazão.

Colocar mais óleo do que é o necessário muitas vezes acontece porque o nível foi medido com o motor quente, dando a falsa leitura que é preciso completar. Para não cometer esse erro, só verifique o lubrificante depois de 10 minutos que o carro foi desligado.

Com isso feito e nada constatado, outra possibilidade é a junta do tampão do cárter estar desgastada. O cárter é o reservatório do lubrificante. Geralmente um profissional vai conseguir identificar esse defeito com mais facilidade e o conserto é relativamente simples.

O cabeçote, na parte de cima do motor, também pode gerar vazamento se a junta estiver estragada ou a peça estiver empenada. A junta não é um serviço caro, mas desempenar ou fazer a troca do cabeçote tem um valor maior.

Quem vai comprar um usado deve fazer esses testes. Geralmente o vendedor lava o motor, mas isso não significa que você não vai notar sinais de algo errado. Se o cabeçote estiver muito limpo, é sinal que houve uma tentativa de esconder um problema. Você também pode funcionar o motor por um período ou fazer um teste pelas ruas. Ao estacionar e desligar o propulsor, procure por vazamentos.

Vazamento do líquido de arrefecimento

O fluxo de água ou líquido para refrigerar o motor pode sair do sistema de arrefecimento se houver abraçadeiras frouxas, mangueiras desgastadas ou rachadas, radiador perfurado, pane na bomba d’água, ruptura no reservatório ou alojamento da válvula termostática quebrado.

Para confirmar o vazamento é preciso observar se o nível do reservatório abaixa muito rápido. No geral, não é preciso completar a água. Portanto, se você constata falta é provável que haja um problema.

Qualquer falta de água causa estragos grandes no motor, por isso é melhor ficar bem atento. No painel do automóvel há o relógio da temperatura e se ela subir muito (geralmente acima dos 90º C) algo errado está sendo sinalizado.

Uma outra vazão é a que acontece para dentro do motor. Ocorre esse defeito porque a junta do cabeçote estraga por conta de um superaquecimento e ela não mantém a água ou líquido de arrefecimento separado do óleo. Para confirmar isso, basta tirar a tampa do cabeçote, onde se coloca óleo, e observar a formação de um líquido viscoso e branco.

O conserto desse estrago geralmente causa um rombo maior na carteira do proprietário. Ao avaliar um segunda mão, não compre se constatar isso!

A melhor maneira de encontrar vazamento no sistema de arrefecimento é dar partida e deixar o motor funcionar até a ventoinha ser acionada por algumas vezes. Nunca coloque a mão perto das pás pois há risco de acidente. Então, espie as mangueiras, o radiador e deite embaixo do carro para tentar identificar alguma vazão. O motor fica quente nessa hora, por isso não toque em nada.

Mecânicos possuem equipamento que ajuda a identificar esse tipo de vazamento. Se você não conseguir notar nada, mas ainda tem suspeitas, faça uma visita a um profissional.

Cheiro que denuncia um vazamento

A perda de combustível é denunciada geralmente por cheiro forte dentro do carro. Essa vazão acontece no tubo do tanque ou nas linhas de retorno e sempre que se evapora, o cheiro entra no veículo.

Todo vazamento de gasolina, álcool e mesmo diesel é perigoso porque pode causar fogo. Quando esse fluxo está próximo ao motor ou no escapamento quente, é hora de surgir um grande risco a você e aos passageiros.

A vazão perto do motor acontece a partir dos injetores ou carburador e na bomba de combustível. Para carros com injeção eletrônica, a bomba fica na parte de trás, perto do tanque.

Qualquer cheiro estranho ou confirmar manchas no chão, chame um mecânico para avaliar o estrago e saber se pode andar com o carro ou será preciso guinchá-lo para a oficina.

Causa de outras manchas no chão

Até aqui, você viu problemas mais comuns e que se não resolvidos podem causar sérios danos ao veículo e influencia na sua segurança e de quem anda com você. Pense bem também antes de comprar um carro com algum desses vazamentos.

Outra possibilidade de vazão é na direção hidráulica, onde o líquido é mais viscoso e geralmente esverdeado. Sua direção passa a ficar dura quando falta fluído. Pode haver a sensação de arranhamento ou ruídos estranhos vindos do volante também.

No freio também há fluído e um vazamento pode fazer você perder o controle do veículo. Não é preciso, geralmente, completar o reservatório do freio, portanto se o nível abaixa há indicador de defeito. A ausência do líquido é também verificada quando o pedal falha mesmo você acionando o freio. Nestes casos, leve o carro a uma oficina o quanto antes!

Após aprender essas dicas e estar bem informado, vai ser possível cuidar bem melhor do seu carro e correr de prejuízos. Na hora da compra de um usado, você também pode aplicar esse conhecimento. A propósito, sabe que para adquirir um segunda mão é preciso fazer mais algumas pesquisas para garantir um bom negócio. Uma delas é pesquisar o histórico do veículo em sites especializados. Esteja atento.

Conhece alguém que teve prejuízo por não dar a devida atenção a um vazamento? É importante compartilhar nos comentários e ajudar outros motoristas.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *