Odômetro: o que é e a importância de saber a quilometragem

Odômetro: o que é e a importância de saber a quilometragem

Carros usados movimentam uma parcela significativa do mercado automotivo no Brasil. Não são poucos os motoristas que preferem um seminovo cheio de recursos a um automóvel zero quilômetro mais básico. Um dos critérios mais importantes na hora de comprar um carro usado é a quilometragem rodada pelo modelo. Quanto mais alta for à contagem, mais chances há do carro necessitar de manutenção com mais frequência.

Que tal ficar de olho no contador de rodagem do painel, o odômetro (ou hodômetro)? Confira o nosso artigo!

Afinal, o que é odômetro?

O odômetro é um sistema de contagem da distância percorrida pelo veículo ao longo de sua existência. Localizado no painel do carro, próximo ao velocímetro, é ele quem vai indicar a quantidade de quilômetros rodados pelo veículo.

Ele pode ser analógico ou digital, vai depender da idade e do modelo do carro. Os analógicos são pequenas obras de arte da engenharia mecânica, com suas linguetas e engrenagens de tamanhos reduzidos, já os digitais são movidos por componentes eletrônicos que fazem o mesmo trabalho. Mas sem aquele ar nostálgico que surge ao olhar os números da contagem.

Os odômetros analógicos estão em extinção e cada vez mais esta ferramenta está sendo integrada aos componentes eletrônicos do carro. Com o avanço dos computadores de bordo, tornou-se mais simples e prático integrar a contagem de quilômetros a uma inteligência central, que informa dentre outras coisas o desempenho do carro, a velocidade média e a medição de distância percorrida.

Adulteração do aparelho

Além da opção por um serviço digital e integrado, a aposentadoria do odômetro mecânico se dá graças à possibilidade de adulteração do aparelho. Muitos lojistas e proprietários enganavam os compradores do carro. Eles alteram a contagem de quilômetros utilizando uma ferramenta para reverter os números mostrados.

Outra tática usada por alguns golpistas era a mesma utilizada no filme de comédia “Cara, cadê meu carro?” no qual os motoristas dirigem em marcha ré para retornar a quilometragem ao ponto “ideal”. Apesar de ser trabalhoso o procedimento dá certo e isso foi mais um motivo para acelerar a aposentadoria dos odômetros analógicos.

Os medidores digitais também podem ser adulterados, apesar de ser necessário um esforço e conhecimento muito mais técnico para realizar este tipo de fraude. Caso você desconfie da quilometragem indicada, peça para que o módulo central do carro seja escaneado. Este scan detecta a real rodagem de cada veículo e indica se há diferença entre o mostrador e o módulo central.

O fim do odômetro está perto?

A tecnologia está revolucionando o modo como contamos a quilometragem o carro. Se antes era necessário ficar de olho nos números do odômetro analógico, hoje já é possível realizar a estimativa da distância percorrida sem a presença de um contador. Basta um GPS conectado para saber qual foi a quilometragem percorrida em um trajeto.

A popularização deste tipo de serviço pode acelerar a aposentadoria do medidor, mas o custo benefício e a precisão do tradicional aparelhinho ainda fazem dele item indispensável na maioria dos modelos. Não se esqueça, o odômetro é o melhor indicador do estado do carro, afinal, quanto mais rodagem, maiores as possibilidades do carro sofrer com o desgaste natural do tempo e do uso.

Qual é a quilometragem do seu carro e o tipo de odômetro utilizado? Caso tenha passado por uma situação de adulteração do medidor, aproveite o espaço e fale sobre sua experiência!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *