7 dicas de como evitar fraudes no hodômetro de veículos

7 dicas de como evitar fraudes no hodômetro de veículos

Os aparelhos que são responsáveis por marcar a quilometragem percorrida por um carro são chamados de hodômetros. Esses aparelhos são alvos de quadrilhas e golpistas interessados em lucrar mais com a venda de automóveis seminovos e usados. Eles adulteram o hodômetro do veículo para que ele marque uma quilometragem inferior àquela que realmente foi percorrida.

Se você está interessado em comprar um automóvel usado ou seminovo, deve ter cuidado para não cair nesse golpe. Alguns cuidados devem ser tomados na hora de comprar esses tipos de veículos. Assim você evita dores de cabeça no futuro. Verifique as dicas que nós separamos de como evitar fraudes no hodômetro!

1- Fique de olho no desgaste do veículo

A primeira dica é básica. Sejamos francos, se o veículo estiver mais detonado aparentemente do que deveria em relação a quilometragem que ele marca, é sinal de golpe. Ou sinal de que o seu antigo dono usava o carro de qualquer jeito, o que também não é bom. Fique de olho nos pedais de aceleração, de freio e de embreagem, nos batentes de portas, nas borrachas e nos tapetes de chão. Essas partes condizem com o número de quilômetros exibidos no hodômetro?

2- Consulte o Detran para ter mais informações

O site do Detran (Departamento de Trânsito) fornece informações sobre o veículo. Por lá, dá para consultar as multas desse veículo, quantos donos ele já teve e outras informações.

3- Observe o estado do painel

Danos específicos próximos ou no painel são sinais de possível adulteração. Fique de olho em parafusos soltos ou em falta nessa região e arranhões na área do hodômetro.

4- Atente-se aos registros de manutenção

Você sabe que a cada 10 ou 5 mil km percorridos, algumas peças precisam ser substituídas. Se o veículo apresentado estiver com a quilometragem muito baixa, confira essas peças para ver se elas estão novas ou intactas. Entre elas, verifique a bateria, as pastilhas de freio e as mangueiras.

5- Faça um test drive no veículo

Além de sentir realmente o estado de conservação do veículo, você pode ativar o velocímetro do seu GPS e comparar com o do carro. Discrepâncias em excesso entre as duas velocidades podem indicar modificações no painel, principalmente no hodômetro.

6- Inspecione o veículo junto com o seu mecânico

Nós, motoristas, temos um mecânico de confiança. Esse profissional, em quem você pode confiar, vai te ajudar a olhar o veículo usado ou seminovo que você deseja comprar. Ele buscará sinais de adulteração e pode até mesmo usar um scanner profissional para encontrar inconsistências entre o hodômetro e os dados armazenados pelo veículo.

7- Observe a quilometragem do manual

O veículo a ser comprado deve ter passado por todas as revisões juntamente à sua fabricante, pois assim você tem a garantia de comprar um automóvel em bom estado. Peça para ver o manual e confira as revisões, pois lá as quilometragens estão anotadas.

Hodômetros modificados são fraudes. Fraudar hodômetros é um crime que além de multa, conduz o infrator à prisão. Você já passou por esse tipo de situação ao comprar um carro usado ou seminovo? Conte para a gente deixando o seu comentário logo abaixo.

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *