5 sinais que um odômetro está adulterado

5 sinais que um odômetro está adulterado

O odômetro é o marcador no painel do seu carro que indica a quilometragem rodada pelo automóvel. Embora pareça uma mera formalidade informativa, ele é um indicador do histórico do carro, apontando quanto desgaste sua estrutura e peças sofreram. Por essa razão, muitos vendedores pouco comprometidos com a verdade fazem uso de um artifício ilegal: alteram o odômetro para parecer que o veículo rodou muito menos.

Mas esse equipamento não é a única indicação que você deve observar para saber se o carro já andou em muitas estradas por aí. Existem outros fatores que você pode observar para saber o real estado do veículo. Alguns sinais são mais evidentes e vamos listá-los aqui para ajudá-lo a não cair em nenhum golpe. Confira abaixo!

Verifique o estado da peça e o lacre

O primeiro passo para saber se o odômetro está intacto é verificar se a peça encontra-se em um estado compatível com a quilometragem que indica. Além disso, deve-se observar, acima de tudo, se ela ainda possui o lacre original. Quando você troca o odômetro, sua marcação é zerada, trazendo uma informação falsa a quem observar. Evite cair nessa fraude analisando mais atentamente essas partes.

Faça os cálculos

Um carro roda em média vinte e cinco mil quilômetros por ano. Ao comprar um, observe quantos anos de uso ele possui e faça as contas. Qualquer valor muito abaixo desse número deve ser suspeito. Se ele indica poucos quilômetros rodados, mas tem pneus gastos e apresenta barulhos, tenha certeza que algo está muito errado..

Observe detalhes

Você também deve dar atenção às peças internas que têm desgaste mais visível, como o volante e os pedais. Eles só ficam com danos aparentes após muito uso. Por isso, não faz sentido ter esses itens com estragos se o carro for novo.

Abra o capô

Observe o estado do motor e de peças importantes. Se o vendedor indica uma baixa quilometragem, esses itens – obrigatoriamente – precisam estar em bom estado. Se há graxa ou vaselina nos cabos e partes de contato, desconfie: elas podem estar tentando mascarar barulhos e, consequentemente, desgastes excessivos das peças.

Ouça com atenção

Se a suspensão do carro emitir sons estranhos, fique atento: é bem provável que esse veículo tenha sofrido algum acidente. Essas peças são projetadas para durarem tranquilamente por mais de sessenta mil quilômetros rodados. Para ouvir melhor, conduza o carro em ruas com paralelepípedos ou terrenos de piso irregular. Se fizer barulhos estranhos, fuja da compra.

Um automóvel é um investimento caro e ninguém quer perder um dinheiro tão alto assim de bobeira. Observando essas dicas, fica mais difícil que você adquira um automóvel adulterado. Caso constate que o vendedor cometeu essa fraude, denuncie: essa ação configura estelionato e é um crime previsto por lei. De qualquer maneira, atente-se a esses detalhes na hora da compra, pois isso irá lhe poupar muita dor de cabeça no futuro.

Gostou das nossas dicas? Fique sempre atento a elas e não se esqueça de deixar um comentário aqui abaixo!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *