Como comprar um carro usado a partir de consórcio

Como comprar um carro usado a partir de consórcio

Uma maneira bastante popular de se comprar carros no Brasil é o consórcio: quando um grupo de pessoas físicas ou jurídicas se unem para adquirir um bem por meio de pagamentos mensais. Em geral, essa é uma boa opção para reduzir os custos, afinal, os juros de um financiamento costumam ser mais caros do que a taxa que as administradoras cobram dos consorciados.

Muita gente acredita que só é possível fazer um consórcio de carros novos, o que não é verdade. Essa também é uma opção excelente para a compra de veículos seminovos e usados.

Conhece as regras para que você possa adquirir este tipo de produto? Fique por dentro dessas especificidades!

Tempo de uso

Embora as regras de financiamento para carros usados variem de empresa para empresa, todas tem um ponto em comum: o tempo de uso do carro pode ser uma restrição. Em geral, as administradoras não diferenciam a compra de um carro zero quilômetro de um usado ou seminovo com até cinco anos de uso e a carta de crédito pode ser liberada sem restrições. Mas, com um tempo de uso superior a este, as condições mudam e as administradoras tendem a exigir um valor superior a carta de crédito.

Valor

Também é importante salientar que esse valor sobressalente aumenta na mesma proporção do tempo de uso do veículo. Em geral, as administradoras exigem um valor 20% superior à sua carta de créditos em carros que possuem entre seis e sete anos de uso. Dessa forma, se o saldo devedor for de R$ 50 mil, o valor do veículo deverá ser de R$ 60 mil.

Já para carros entre oito e dez anos de uso, o valor do automóvel deverá ser 30% superior a sua carta de créditos. Por exemplo, carros de R$130 mil podem ser adquiridos se o seu saldo devedor for de R$ 100 mil. Em geral, dez anos é, justamente, o prazo e limite final para o consorciado poder adquirir um carro usado.

Quitação da cota

No entanto, algumas administradoras aceitam a compra de um veículo com mais de uma década de uso se faltar apenas um ano para a quitação da cota e o valor carro for igual ao saldo devedor da cota. No caso de financiamento de outros veículos, como motocicletas com até dois anos de uso, o valor dele deverá ser igual ao saldo devedor da cota. Para motos, o tempo máximo aceito pelas administradoras é de três anos de uso e as regras ficam um pouco mais rígidas: além de ser necessário um valor igual ao do saldo devedor, também é preciso restar três anos para a quitação da cotar.

Variações

Vale lembrar que essas regras podem variar de uma administradora para outra e até entre contratos de uma mesma empresa. Por isso, leia atentamente as condições e os serviços oferecidos, compare preços e taxas de administração e escolha a empresa de consórcios que irá melhor atender as suas necessidades e caber no seu bolso.

Pensando em comprar um automóvel usado por meio de um consórcio e ficou com alguma dúvida? Faça a sua pergunta na nossa caixa de comentários que iremos te ajudar!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

6 comentários

  • Olá

    UM AMIGO ESTÁ QUERENDO ME PASSAR UM CONSÓRCIO NO NOME DELE QUE JÁ ESTÁ CONTEMPLADO ATRAVÉS DO DORTEIO. EM RESUMO, O VALOR DA CARTA É DE 18MIL E ELE JÁ PAGOU 9MIL. ELE QUER ME REPASSAR DA FORMA DE EU DAR OS 9MIL À ELE E ASUMIR O RESTANTE DAS PARCELAS. GOSTARIA DE SABER SE ESSES 9MIL QUE JÁ FOI PAGO POR ELE TEM DEPRECIAÇÃO? E DE QUANTO? MUITO OBRIGADA

    Responder
  • Olá , Boa noite . Sou novo de carta e queria adquirir um carro e esses dias eu vi um carro que custava 24,900 e eu posso dar entrada de até 3 mil reais seria possível parcelas de até 700,00 reais ?? Obrigado pela atenção e gostei bastante desse site ..

    Responder
  • Uma dúvida
    Ao fazer um consórcio você é contemplado, paga o lance e tem o processo de documentacão para a liberação da carta.
    O pessoal da loja que lida com o consórcio SÓ LIBERA A CARTA VOCÊ PEGANDO O CARRO COM ELES PRA AUTORIZAÇÃO DA CARTA ISSO É JUSTO? OU VOCÊ TEM O DIREITO DE PEGAR O SEU VALOR DA CARTA E COMPRAR O CARRO EM QUALQUER OUTRO LOCAL?

    Responder
    • Uma dúvida
      Ao fazer um consórcio você é contemplado, paga o lance e tem o processo de documentacão para a liberação da carta.
      O pessoal da loja que lida com o consórcio SÓ LIBERA A CARTA VOCÊ PEGANDO O CARRO COM ELES PRA AUTORIZAÇÃO DA CARTA ISSO É JUSTO? OU VOCÊ TEM O DIREITO DE PEGAR O SEU VALOR DA CARTA E COMPRAR O CARRO EM QUALQUER OUTRO LOCAL?

      Responder
  • Tenho uma carta de credito do BB too vlr 26.ooo too comprando uma sorento 2013 doc rem vlr fipe 84.ooo o banco disse q nao aceita rem eles tem edte direito

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *