Viagem internacional de carro: realize esse sonho de forma segura.

Viagem internacional de carro: realize esse sonho de forma segura.

Um dos grandes prazeres da vida é poder viajar. Conhecer novas pessoas, lugares e culturas diferentes é algo que nos encanta. E, por que não ir para o exterior utilizando o próprio veículo?

Saiba que fazer uma viagem internacional de carro é mais simples do que você imagina. Neste post, selecionamos algumas recomendações para um percurso seguro e confortável. Confira!

Documentos necessários para o motorista

É possível dirigir por países do Mercosul portando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Porém, a maioria dos países exige a Permissão Internacional para Dirigir (PID), que deve ser apresentada com a CNH. A PID é emitida pelo Detran de cada estado.

A CNH não pode ser utilizada como documento de identificação no exterior. Caso a viagem seja apenas pela América do Sul, você poderá utilizar a carteira de identidade (RG), desde que em bom estado e com menos de 10 anos de emissão. Se o deslocamento se estender para outros países, será preciso um passaporte válido, porque alguns exigem visto de entrada para os turistas brasileiros.

Documentação necessária para o veículo

Basta levar o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) original, desde que esteja no nome do condutor ou de um dos passageiros. Se não estiver, será necessária uma autorização do proprietário, com firma reconhecida em cartório.

Modelo ideal para uma viagem internacional de carro

A princípio não existe um modelo de automóvel ideal para fazer uma viagem internacional. O perfil do turista e a disponibilidade financeira influenciam diretamente na escolha do veículo. A definição depende daquilo que você pretende fazer. Viajará por trilhas ou somente pelo asfalto? Ficará hospedado em hotéis ou dormirá no próprio carro?

Entretanto, alguns pontos precisam estar claros antes dessa decisão, como os relacionados a seguir.

Combustíveis

Diferentemente do Brasil, outros países não têm distribuição de álcool. Nesses locais, existe apenas gasolina e diesel.

Manutenção

Viagens internacionais costumam ser longas, o que pode comprometer a parte mecânica do veículo. Dependendo de onde você estiver, será difícil encontrar peças sobressalentes para determinados modelos.

Destino

Suponhamos que você visitará o Deserto de Sal, na Bolívia. Nesse caso, é recomendável um veículo 4 x 4. Já se for para Montevidéu, no Uruguai, em um percurso feito em estradas asfaltadas, um carro comum pode ser utilizado.

Peculiaridades

A fim de evitar futuras dores de cabeça, pesquise sobre as especificidades da legislação de trânsito no país que visitará. No Chile, por exemplo, é proibido o uso de Insulfilm em qualquer veículo.

Seguro para o automóvel

A contratação de um seguro é obrigatória, em uma viagem internacional de carro. Para trafegar por Argentina, Uruguai e Paraguai, é necessário portar a chamada Carta Verde. Esse seguro, que pode ser obtido com as principais seguradoras e cujo valor varia de acordo com a quantidade de dias que durará a viagem, cobre:

  • dano material a terceiros;
  • dano corporal a terceiros (morte, invalidez permanente e despesas hospitalares);
  • honorários advocatícios da defesa do segurado;
  • custas processuais.

Se a viagem for para outros países, peça para a seguradora do seu automóvel no Brasil fazer uma extensão de perímetro. Caso ela não disponibilize essa cobertura, existem empresas estrangeiras especializadas nesse modelo de seguro.

Lembre-se que, antes de começar a sua viagem internacional de carro, é necessário fazer uma revisão completa no veículo, em uma concessionária ou oficina de confiança.

Gostou do post? Siga-nos no Facebook e no Twitter, para receber outras dicas sobre automóveis.

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *