Quais são os riscos de comprar carro com placa de outro estado?

Quais são os riscos de comprar carro com placa de outro estado?

Ao comprar carros usados, é importante que o comprador esteja atento para vários cuidados, a fim de não cair em golpes ou pagar caro por algo que não vale tanto. Porém, por mais que sejam tomados todos os cuidados, adquirir carros usados sempre envolve alguns riscos, principalmente quando eles têm emplacamento feito em outros Estados, o que dificulta a verificação de algumas situações do veículo mais rapidamente.

Com algumas dicas, você poderá diminuir bastante esses riscos. Gostaria de saber o que fazer nesses casos?

O problema dos tributos

Algumas pessoas até preferem carros emplacados em outros Estados, porque há diferenças consideráveis nas cobranças de IPVA praticadas pelos Estados e DF. A preferência é pelos carros vindos do Paraná, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, por exemplo. No entanto, essa prática não é tão vantajosa, a não ser no primeiro ano após a compra, porque a regularização anual do veículo e a transferência de propriedade exigem que o novo proprietário apresente documento que comprove seu domicílio no Estado, o que vai demandar novo emplacamento.

Infelizmente, muitas pessoas usam comprovantes falsos, ou o nome de parentes e conhecidos nos estados de IPVA mais baixo para isto. Entretanto, esta prática, além de desonesta, é crime!

O problema das multas ocultas e falsificações

A grande questão nem é tanto o que o comprador poderá lucrar com essa aquisição, mas o que o carro pode ocultar. Muitas pessoas, sabendo da procura por carros desses Estados, agem de má-fé e tentam passar carros com multas atrasadas, ilegais ou com documentos falsificados. Além de considerar as condições gerais do veículo, o interessado precisa verificar seriamente a documentação e sua situação legal.

As concessionárias que trabalham com revenda de carros usados normalmente já fizeram a checagem para o cliente, que está amparado, nesta transação, pela proteção que o Código do Consumidor oferece. Mas ao comprar um carro de pessoa física ou em leilão, nem sempre o comprador obtém a certeza de se acercar de todas as informações necessárias para realizar um bom negócio. Cada vez mais as quadrilhas de estelionatários conseguem falsificar com alta qualidade algumas documentações de veículos, conseguindo até carimbos oficiais.

Portanto, a melhor maneira de precaver contra essas situações é conferindo se existem multas antigas e se o veículo está legalizado, fazendo uma consulta no Detran daquele Estado e, para obter um relatório ainda mais completo, buscando o histórico integral do carro em um site especializado em consultas veiculares, como a CarCheck. Dessa forma, você poderá saber se existem restrições judiciais ou tributárias no automóvel que pretende comprar, se já participou de leilões anteriores, se o carro é fruto de roubos ou sinistros e qual seria o Estado de origem legítimo do produto.

O problema dos sinistros camuflados

Outro grande perigo com o qual o comprador pode se deparar é quando o veículo esconde avarias diversas provenientes de colisões graves ou de sinistros que levaram à perda parcial ou total dos carros. Muitas vezes, os automóveis de outros Estados são reformados com poucos cuidados e logo levados a leilão ou comercializados por vigaristas. Como vêm de longe, fica difícil de saber sua real procedência. Mas existem alguns indícios que poderão fazer você ficar desconfiado. Se o automóvel estiver sem manual do proprietário, por exemplo, ou com documentação que indique que está com o atual proprietário por pouco tempo, pode sugerir que ele tenha passado por algum sinistro recente e fora maquiado para revenda, ainda que seu aspecto esteja maravilhosamente conservado.

A melhor forma de se precaver desses casos também é fazendo uma consulta veicular. Com uma simples checagem, será possível identificar o proprietário original e verificar se o bem é fruto de acidentes ou outros tipos de sinistros, sabendo se ele foi, portanto, reparado antes de ser colocado à venda.

Existe uma grande variedade de consultas dessas informações, de acordo com as necessidades do cliente. No CarCheck, é possível realizar uma consulta completa somente utilizando a placa ou chassi do veículo, e você pode escolher o tipo mais adequado para você, com a finalidade de saber apenas se o carro foi furtado ou roubado, se há registro oficial de sinistro para o carro pesquisado, por exemplo, ou realizar uma busca completa de dados.

Você está em dúvida sobre comprar um carro usado de outro Estado? Que tal fazer uma consulta veicular?

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *