O que fazer em caso de batida de transito?

O que fazer em caso de batida de transito?

Com um trânsito cada vez mais caótico – principalmente nos grandes centros urbanos -, dirigir se tornou uma tarefa um tanto quanto arriscada. Os motoristas estão sempre sujeitos a se envolver em acidentes, mesmo que pequenos, causados pela pressa do dia a dia e falta de atenção. Mas como agir no caso de uma colisão? Se você não sabe ao certo quais medidas tomar, leia o artigo abaixo!

O primeiro passo

Antes de qualquer coisa, fique calmo! No caso de uma colisão com outro veículo ou contra algum objeto da via, examine cuidadosamente se você ou os outros passageiros dos automóveis estão machucados. Isso é muito importante porque há procedimentos diferentes para os sinistros que envolvam vítimas e aqueles sem acidentados. Saiba o que fazer em cada um dos casos:

Sem vítimas

Se a colisão não resultou em vítimas, os motoristas envolvidos devem remover seus veículos do meio da rua ou estrada, a fim de não atrapalhar a circulação dos outros carros. Se foi o outro carro que bateu no seu, procure na hora testemunhas a seu favor e anote seus dados para que, caso seja necessário, conte com seus depoimentos futuramente. Se você tiver uma câmera ou celular com esse mecanismo, registre a colisão por vários ângulos.

Se você tiver segurado seu veículo, acione a assistência da cobertura, solicitando guinchos, táxi e outros serviços que achar necessário e estiverem inclusos. Vá até um posto de trânsito ou delegacia mais próxima para fazer um B.O. (Boletim de Ocorrência) – o mais rápido possível -, levando as informações do outro motorista, como placa de seu veículo e anotações com a data, hora e localização onde ocorreu a colisão

Com vítimas

Quando o acidente apresenta vítimas, a conduta a ser tomada é bastante diferente. Se for constatado que existem feridos ou mortos, é indispensável chamar imediatamente o Corpo de Bombeiros, através do número 193, ou algum serviço móvel de socorro e urgência, como o SAMU (pelo número 192). Em seguida, entre em contato com a Polícia Rodoviária Federal (telefonando para o número 191) ou a polícia técnica (pelo número 190) e, dependendo do caso, para os órgãos de trânsito ou a concessionária da via, informando a todos sobre a colisão.

Sinalize o local do acidente – sem remover os automóveis da pista ou da rua – com todas as ferramentas necessárias, como o triângulo e o pisca-alerta do veículo, fazendo-o da maneira adequada. Tente acalmar as pessoas que estiverem feridas e aguarde o socorro especializado.

Tendo realizado todas essas atividades, faça o B.O imediatamente. Prossiga com a solicitação da assistência do seguro do veículo, se houver, e do registro dos dados de eventuais testemunhas. Não se esqueça de anotar todas as informações como dia, hora e local exato do acidente, assim como nome do motorista, telefone para contato, número da carteira de habilitação, RG, dados do veículo, placa e modelo.

Infelizmente, todos estão sujeitos a se envolver em uma colisão. Mas, nesse momento, é muito importante saber quais são seus direitos e deveres para fazer a coisa certa e não piorar ainda mais a situação.

Você já passou por uma dessas situações  desagradáveis? Como lidou com elas? Não deixe de nos contar sua experiência!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *