O que é o CRV ?

O que é o CRV ?

No Brasil, temos tantas documentações relacionadas ao veículo que não é difícil confundir umas com as outras. Ainda mais porque todas são popularmente identificadas com siglas para abreviar os nomes completos dos registros – como, por exemplo, o DUT, o CRLV ou o CRV. Se você acompanha assiduamente as publicações da Car Check, já deve estar “antenado” com essas diferenças, certo? Para hoje, apresentaremos um artigo breve, mas suficiente, tratando mais acerca do CRV.

Que documento é esse?

CRV é a sigla feita com as iniciais de “Certificado de Registro de Veículo”. Esse documento é expedido com exclusividade pelo DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito), órgão que guarda, dentro de sua jurisdição, a competência para fiscalizar a circulação de carros e orientar a formação de novos condutores. O diploma é o principal registro para se comprovar a propriedade de um veículo, servindo tanto à pessoa física quanto à jurídica.
Ao longo da cédula do CRV, ficam anotados vários aspectos do carro, como sua espécie e tipo, marca e modelo, observações sobre sua situação visual e mecânica, local de registro, código do RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores), placa do veículo, número do chassi, entre muitas outras características. Também ficam registradas algumas indicações acerca da propriedade do automóvel, como o nome e o endereço do atual proprietário, sua assinatura, e a identificação do proprietário anterior.
Essas peculiaridades tão detalhadas anotadas no documento acabam fazendo com que o CRL tenha uma faceta de como se fosse um “documento de identidade” do carro. Do mesmo modo como o RG para pessoas físicas, o CRV é emitido em papel especial, com talho doce, apresentando marca d’água, filigranas e brasão da República do Brasil, visto que é válido em todo território nacional.

Quando o CRV é emitido?

O diploma é expedido quando se realiza o primeiro emplacamento do veículo, mas também precisa ser emitido um novo CRV quando surgem alterações em qualquer das características do carro, como mudança na cor da pintura ou troca de proprietário. Desse modo, essas inovações devem ser devem ser informadas ao Detran de seu Estado, a fim de que sejam atualizadas em um novo CRV a ser impresso.
Apesar de sua importância, o Certificado de Registro de Veículo não é de porte obrigatório para o condutor do veículo. Na verdade, o diploma deve ser armazenado em sua residência, em local seguro, ao invés de ser levado dentro do veículo. O único documento que sempre deve ser levado com o veículo é o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de veículos). Apesar dos nomes parecidos, as cédulas e suas funções são bastante diferentes!

Mas, afinal, para que serve o CRV?

Já que a cédula deste título traz tantas informações registradas, ele acaba servindo como um importante fator de segurança, a fim de comprovar que o veículo ao qual está vinculado (visto que no documento há as numerações e demais características do carro) consta corretamente no cadastro de veículos do DETRAN.
Por demonstrar a propriedade do veículo, o documento é útil principalmente na hora de se transferir o automóvel, no caso de venda para um novo proprietário, por exemplo. A cédula não pode ser plastificada justamente porque, neste momento, deverão ser apostas assinaturas em seu verso, para que seja concretizada a transferência.
Se por acaso você perder o CRV, imediatamente vá a uma Delegacia de Polícia para comunicar sobre o ocorrido e, municiado de um Boletim de Ocorrência (B.O.) e demais documentos (que podem ser verificados no portal do DETRAN de seu Estado), prossiga para o posto mais próximo do DETRAN, a fim de solicitar uma segunda via. Nunca deixe de dar atenção a este importante documento!
Se ainda assim restarem dúvidas sobre o CRV, conte conosco para esclarecê-las! Basta compartilhá-la nos comentário.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

4 comentários

  • tenho um veicula financiado faltam 03 parcelas para terminar antes das duas tem uma folha escritas agilize a liberação do veiculo por favor como eu faço qual o documentos que eu tenho que ter e onde eu consigo desde já eu o a gradeço

    Responder
  • Boa noite. Tenho uma dúvida: o CRV (vulgo compra e venda) é emitido pelos DETRAN’s do País anualmente junto aos CRLV? Pergunto pois possuo um carro 2010 e quando o comprei, em 2011, guardei o CRV junto ao livro de manuais. Hoje, já em 2016, penso em vendê-lo e adquirir outro veículo, contudo estou procurando o CRV de 2015 e não estou achando, crendo que perdi. Realmente não me recordo se todo o ano esse documento (CRV) vem junto ao CRLV…

    Obrigado e no aguardo.

    Responder
  • Será que o CRV fica retido no DETRAN ou na Financeira durante o período de Financiamento?

    Estou quitando um veículo usado que financiei, e só agora fui me atentar para a existência deste documento, porém, percebi que não o tenho e não me lembro de ter recebido.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *