Conheça (e entenda) o relatório de avarias do CONTRAN

Conheça (e entenda) o relatório de avarias do CONTRAN

Com o aumento de vendas de carros, o trânsito nas ruas se torna cada vez maior e, consequentemente, o número de motoristas desatentos aumenta significativamente. Com isso, crescem também as chances de qualquer pessoa se envolver em um acidente.

Por esse motivo, para obter um maior controle sobre os veículos que sofreram esse tipo de sinistro, o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) publicou uma resolução estabelecendo regras de avaliação das avarias e danos ocorridos nos acidentes. Mas você sabe o que é um realatório de avarias? Quais são seus procedimentos e implicações? Vamos aqui esclarecer esse tema e deixá-lo a par do que acontece. Confira abaixo:

Quais são os critérios do relatório de avarias?

Qualquer veículo que sofreu um acidente deve se submeter à avaliação técnica do agente responsável que realiza o boletim de ocorrência de acidente de trânsito (BOAT). Esse agente deve preencher uma espécie de relatório indicando os tipos de danos sofridos com as seguintes classificações: pequena monta, média monta e grande monta.

É indicado também, além do preenchimento do relatório, que sejam anexadas fotos do veículo acidentado pela frente, por trás e por ambas laterais. No caso dele se classificar nos danos de média e grande monta, o agente deve solicitar o bloqueio do licenciamento do veículo. Em uma situação em que o agente não puder descrever o estado de danos no veículo, ele coloca como “não avaliado”. Enquanto o bloqueio perdurar, esse veículo fica proibido de circular.

Todos os veículos que sofreram roubo ou furto também devem ser submetidos ao relatório de avarias, independente dos procedimentos criminais a serem adotados.

Como desbloquear o veículo sinistrado?

No caso de ser proprietário de um veículo enquadrado na classificação de danos de média monta, o dono deve solicitar o desbloqueio apresentando seus documentos e os documentos do veículo – CRV, CRLV, RG, CPF ou CNPJ, comprovante de residência -, bem como comprovação dos serviços executados, com nota fiscal inclusive das peças e certificado de segurança veicular, que apenas terá validade se feito por uma instituição licenciada pelo DENATRAN.

Em casos em que o proprietário não obtiver sucesso na recuperação do seu bem, ele deve solicitar baixa no registro junto ao órgão executivo de trânsito. Nos casos de grande monta, o veículo já é considerado irrecuperável e o órgão providencia a baixa definitiva do mesmo. Caso possua interesse em contestar essa avaliação, o proprietário deverá entrar com recurso para reenquadramento de danos, seguindo as exigências do CONTRAN.

A intenção de exigir esse tipo de procedimento é trazer mais segurança para todas as pessoas que percorrem as vias comuns. Impedir que carros com estragos, dados ou prejuízos circulem livremente – colocando em risco o próprio dono e terceiros -, é essencial  em um país onde os acidentes de trânsito matam tanto. Portanto, se você se envolver em algum sinistro, contribua com o agente responsável!

O que você achou do nosso artigo? Aprendeu um pouco mais sobre relatório de avarias? Já sabe como agir no caso de uma colisão? Não deixe de comentar aqui abaixo!  

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Um comentário

  • Boa noite pessoal da Car Check, comprei uma moto de leilão sem nenhuma avaria porém a seguradora comitente que me vendeu o veículo não me forneceu esse relatório de Avarias para baixa do sinistro e inclusive me vendeu como média monta, com isso não precisei fazer nenhum reparo e a mesma passou na inspeção do inmetro sem problemas, o que preciso fazer pra conseguir baixar esse bloqueio?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *