Sinais que identificam problemas sérios no seu carro

Sinais que identificam problemas sérios no seu carro

Um automóvel precisa ser conservado com todos os cuidados para manter a sua proteção e a dos demais passageiros. Existem alguns itens do carro que só um olhar mais especializado estará apto para a detecção de problemas. No entanto, você mesmo é capaz de perceber alguns sinais que servem como alerta para a eventuais contratempos no veículo. Confira:

Atente-se ao freios

A luz no painel frontal geralmente é um indicador confiável de que existem problemas com os freios, e o sistema de frenagem é algo de importância decisiva para a segurança no veículo. Quando o fluido do freio está baixo ou existe outro acontecimento ruim com o breque, é normal que acenda no painel de controle um alerta luminoso. Na maioria dos carros, também fica neste painel a quantidade de água parao resfriamento do motor.

Além dessas óbvias marcas visuais, você poderá identificar um eventual desgaste nas pastilhas de freio se, ao acioná-lo na sua rotina de direção, a frenagem vier acompanhada continuamente por um ruído muito intenso ou por um som de um metal deslizando sobre outro. O tato também é um sentido muito útil para avaliar o freio. Ao pisar no pedal de breque, o serviço de freio não pode retardar tanto para operar, fazendo com que o condutor o afunde excessivamente para baixo. Caso ele esteja muito macio, o indicador também não é positivo. Tudo isso demonstra possíveis problemas com o fluido de freio, que pode ter sido ocasionado por algum vazamento.

O escapamento como alerta

O escapamento furado é algo que facilmente chama a atenção. Geralmente, o furo no silenciador ou no cano faz com que ele tenha barulho salteado, com aqueles rompantes característicos. A peça deve ser trocada sem demora, porque o dano no sistema de escapamento, com o tempo, pode provocar estragos no motor, aumento de consumo de combustível e outros prejuízos no desempenho do carro.
A fumaça do escape também sinaliza possíveis problemas. Normalmente, a fuligem que sai do cano de descarga de seu veículo é levemente acinzentada. Mas se a fumaça estiver demasiadamente escura ou azulada, pode ser o caso de vazamento de óleo na câmara de combustão ou de avaria em alguma peça do motor, como as válvulas ou os pistões.

A direção é um excelente indicador

Uma vibração excessiva no carro ou rangidos fora do comum no volante podem indicar sérios problemas nos mecanismos de direção devido a mecanismo soltos ou danificados. Se o veículo “puxar” para um lado quando é guiado, além do desgaste em alguma peça, sugere-se que os pneus estejam desalinhados, fora de nível ou em calibragem não adequada. Talvez haja problemas no sistema de suspensão.

Sinais externos

O mais evidente sinal de que existe um vazamento no carro é quando o condutor retira o veículo de um local e percebe marcas de óleo no piso onde ele estava estacionado. O nível de óleo certamente vai baixar, nesse caso, e apenas completar o tanque com mais lubrificante não adiantará: os componentes que participam do sistema de lubrificação precisam ser avaliados. O vazamento também é assinalado a partir de um forte cheiro de óleo quente, esturricado, acompanhado ou não de fumaça vinda do motor. O odor de borracha queimada no ar pode indicar que as correias de transmissão da máquina estejam mal posicionadas ou ainda que existam acessórios emborrachados colocados incorretamente, de modo a esfregar ou friccionar outros componentes do motor. Se o cheiro de combustível for muito intenso, ainda que fora dos postos de abastecimento, pode estar ocorrendo um vazamento do combustível em algum lugar do veículo, como no tanque ou na bomba injetora. Deve-se prestar atenção, aqui, para os riscos de incêndio.
Esses são apenas alguns indícios que servem como alerta para ocasionais problemas em seu veículo. Sempre que percebê-los, não deixe para depois a verificação de peças e o conserto ­– isso pode valer a sua segurança e até mesmo a sua vida!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *