Saiba o que avaliar na compra de um carro usado

Saiba o que avaliar na compra de um carro usado

Nem sempre comprar um carro novo é a melhor opção para o seu perfil. Embora seja conveniente comprar um carro zero, a compra de um usado não trará problemas se você souber exatamente o que avaliar antes de fechar o contrato. Sem esse tipo de avaliação, você acaba colocando o seu investimento e até mesmo a sua integridade em risco submetendo-se a problemas de segurança ou legais. Para uma compra segura, saiba a seguir o que avaliar na compra de um carro usado.

Documentação

Antes mesmo de pensar em qual é o estado físico do carro usado você precisa conhecer qual é a sua situação legal. Ao não prestar atenção aos documentos, você corre o risco de se ver com problemas com as autoridades e de até mesmo perder o veículo.

Assim, se o veículo foi financiado verifique qual a condição do financiamento: se está quitado ou não, se tem parcelas atrasadas e quais as condições. Caso haja prestações em aberto, o veículo não pode ser vendido e será necessário solicitar uma transferência de financiamento. Verifique também questões como multas e a legalidade de posse do veículo para evitar que você compre um veículo roubado.

Para isso você pode verificar a situação do veículo junto ao Detran, além de também conferir se o número do chassi é compatível com o que é apresentado na documentação do veículo.

Aparência externa

Com a documentação em dia, você precisa começar a conferir qual é a aparência externa do veículo. Embora esse seja, teoricamente, um problema menor, ao fazer essa avaliação você vai conseguir identificar se o preço cobrado é justo ou não.

Nessa hora é importante avaliar se o veículo possui partes amassadas ou arranhadas, se a pintura está em dia, se as lanternas estão inteiras e se o veículo apresenta sinais de oxidação ou não.

Dependendo do estado do veículo você poderá gastar bastante dinheiro com lanternagem e outros consertos. Se o preço pedido pelo proprietário estiver mais elevado, então esse pode não ser um bom negócio.

Motor

Já o motor é um componente que precisa de avaliação especial e que por isso deve ser feita de maneira separada. Sem um bom motor o carro não vai funcionar adequadamente e o negócio não vai ser vantajoso para você.

Por isso, é preciso começar abrindo o capô do carro e conhecer a condição do motor. Veja se ele está sujo ou não, se ele parece oxidado e se há remendos de ligação do motor a outros componentes do veículo. Verificar o nível de lubrificante e a condição do líquido de arrefecimento também é importante.

Para tirar todas as dúvidas, solicite que o carro seja ligado e veja como o motor se comporta. O barulho que ele faz, a quantidade de fumaça que sai pelo escapamento e o desempenho em geral vão lhe dar bons indícios se o carro está ou não em bons estados.

Componentes importantes (além do motor)

Embora o motor seja importante, ele não é o único componente que faz um carro funcionar. Por isso, você deve prestar atenção a outros componentes como pastilhas de freios, velas e painel para identificar se existe algo que parece errado. Observar se as lanternas funcionam, o estado dos pneus e dos bancos também vai ajudar, a saber, se o carro deve ser comprado ou não.

Como nem sempre uma avaliação independente de cada item é o bastante, procure fazer um teste de direção com o veículo. Veja como ele se comporta, sua estabilidade e os barulhos que ele faz, além de testar freios e outras funcionalidades e comandos. Assim, você vai ter a certeza que o veículo se encaixa nas suas necessidades.

 

Na compra de um carro usado, é preciso avaliar questões legais envolvendo a documentação do veículo e também fatores como a aparência externa, o motor e outros componentes. Ao fazer isso, você aumenta a segurança da sua compra e garante que poderá rodar com o seu veículo sem maiores preocupações.

E você, pretende fazer um consórcio? Em caso afirmativo, leia o post “Como comprar um carro usado a partir de consórcio” e tire todas as suas dúvidas!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *