4 dicas para fazer bons negócios em Feirões de carros usados

4 dicas para fazer bons negócios em Feirões de carros usados

Se o assunto é economia, os feirões de automóveis representam uma das formas mais práticas e econômicas de comprar um carro. Os feirões são realizados no país inteiro há algumas décadas e cada região possui suas peculiaridades na hora de negociar veículos usados. Vale destacar que todos os feirões possuem pontos em comum. Dentre eles, os valores convidativos e a variedade de modelos.

O custo-benefício dos carros disponibilizados para venda nos feirões é realmente um chamariz. No entanto, os compradores não devem se deixar levar apenas pelas vantagens aparentes. É preciso ter cautela na hora da escolha para fazer um bom negócio. Pensando nisso, listamos algumas dicas importantíssimas para quem vai comprar um carro de segunda mão em feirões de veículos. Ficou curioso? Então vem com a gente!

Conheça o potencial de venda dos veículos

Existem automóveis bastante difíceis de vender e se você escolher um deles, dificilmente será um bom negócio. Pesquise a aceitação do carro no mercado e verifique se você terá facilidade para vender o veículo no futuro. Para saber quais são os carros mais desejados, fique de olho em revistas e sites especializados.

É imprescindível observar até a cor, pois ela influencia na comercialização de veículos. Cumpre salientar que os consumidores brasileiros preferem os carros pretos ou prata. Sendo assim, fuja das cores extravagantes! Outra dica importante é optar por modelos que possuam uma rede sólida de assistência técnica no Brasil.

Preste atenção ao histórico do carro

Para fazer um bom negócio em feirões, é preciso ser bem criterioso. Nesse sentido, os detalhes fazem toda diferença. Avalie o histórico do veículo e preste atenção se o carro vem de uma locadora de veículos, um leilão ou até mesmo se já esteve envolvido em algum acidente grave. Se o modelo se enquadrar em alguma dessas situações, é melhor olhar outro carro ou solicitar um desconto maior. As versões que já saíram de linha e os carros rebaixados e com muitas intervenções não são vistos com bons olhos. No Carcheck você conhece o histórico completo do veículo que deseja comprar.

Pesquise o preço

Um bom negócio depende diretamente de conhecimento. O comprador precisa ter base para negociar e pagar o preço justo pelo veículo. Por isso, não abra mão de pesquisar o valor atual do veículo. Consulte a tabela Fipe e se possível, leve o tablet ou smartphones para conferir os preços enquanto visita o feirão.

Descubra se o carro não é roubado

Para evitar dores de cabeça no futuro, cheque a procedência do carro e verifique se ele não é roubado. É importante analisar se os números do chassi e da placa correspondem aos números contidos no documento. A boa notícia é que atualmente essa checagem pode ser feita de forma simples, econômica e em tempo real,  através de ferramentas que visam a transparência e segurança na negociação de veículos usados.

Elas permitem que o consumidor analise cuidadosamente diversos  indicadores de segurança. Além disso, mostram toda a trajetória do carro, desde o primeiro registro nos órgãos competentes, como Denatran, Detran, Dnit e Financeiras, até o dia da compra. Por meio desse tipo de tecnologia, é possível conferir  se a placa do carro é verdadeira, se o veículo é adulterado e se há pendências, como multas em aberto.

E aí, gostou das nossas dicas? Vai ficar mais fácil escolher o seu carro usado? Compartilhe conosco as suas opiniões

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *