Vida útil da embreagem: veja dicas para prolongar a sua

Vida útil da embreagem: veja dicas para prolongar a sua

A embreagem é uma das peças vitais para o bom funcionamento do carro, o disco precisa estar em bom estado, assim com as outras peças que compõem o sistema de troca de marchas. Quem anda muito em trânsito congestionado sabe que a vida útil da embreagem é reduzida pela troca incessante de marchas em trechos lentos. Apesar desse tipo de desgaste ser inevitável para muitos motoristas que moram em grandes centros urbanos, existem algumas atitudes que podem ajudar a conservar o sistema e a reduzir o seu desgaste.

Quer economizar na manutenção veicular? Confira!

O que é a embreagem

O que a maioria das pessoas conhece como embreagem é um sistema que coordena a troca de marchas e é composto por disco, platô, rolamento, câmbio e pedal, além dos sistemas de cabos que conectam esse sistema. A vida útil da embreagem dura, em média, 100 mil quilômetros, sendo que é necessário fazer as revisões periódicas para checar como está a conservação das peças.

Tirando o pé

Ficar com o pé no pedal, deixando o carro sem giro no motor e a marcha engatada, é um hábito adquirido por muitos condutores, que normalmente desconhecem os efeitos dessa prática. Ficar apertando o pedal sem necessidade, reduz a vida útil da embreagem.

Prefira deixar o carro em ponto morto. Nada de descansar o pé em cima do pedal, isso causa um acionamento parcial do sistema e causa atrito entre o disco e o platô, aquecendo o sistema.

Síndrome de piloto

Carros manuais são mais “legais” de dirigir do que os automáticos. Eles permitem rápidas retomadas e diversas variações de troca de marchas, o que impacta no desempenho do carro.

Muita gente gosta do câmbio manual e abusa do sistema, como se estivesse em uma corrida. Quem quer conservar a vida útil da embreagem não deve fazer trocas ríspidas de marcha e nem ficar reduzindo o carro marcha após marcha. Se você está em quarta marcha e chegando próximo a um semáforo fechado, não é preciso trocar para terceira, segunda e primeira marcha, basta deixa o giro do carro reduzir junto com a velocidade e depois selecionar a primeira.

Atenção nas rampas

Em ruas muito íngremes ou em saídas de rampas de estacionamento é comum que os motoristas segurem o carro na posição utilizando o giro mínimo. Fazer isso também reduz a vida útil da embreagem e faz com que apareça aquele cheiro desagradável. Utilize o freio de mão: seu carro e seu bolso agradecerão a mudança.

Ponto morto

Durante o congestionamento, é bom dar uma folga para a embreagem e também para a sua perna. Ficar pressionando o pedal com frequência, em vez de deixar o carro em ponto morto, faz com que a vida útil da embreagem se desgaste e aumenta a fadiga muscular do motorista.

Boas práticas ao volante garantem a conservação do carro e ajudam o motorista a economizar com a manutenção. Fique atento aos seus hábitos e não deixe de realizar as revisões periódicas.

Quer dar mais alguma orientação para os outros leitores? Deixe a sua opinião nos comentários!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *