Perdeu a placa do carro? Saiba agora o que deve fazer!

Perdeu a placa do carro? Saiba agora o que deve fazer!

A placa de um veículo é tão fundamental para um carro quanto o número do RG para as pessoas. Perder esse objeto — seja em uma enchente, um roubo, um cachorro ter comido, uma batida — pode trazer dor de cabeça para o proprietário do veículo, visto que recolocá-lo não é uma tarefa simples e rápida de ser solucionada.

Aconteceu com você? A placa do carro foi danificada e você vai precisar trocar a identificação do seu automóvel?

Então confira o passo a passo do que você deve fazer para resolver esse imprevisto!

Primeiro passo

A primeira coisa a ser feita é procurar a Polícia e fazer um boletim de ocorrência. Mesmo que não tenha sido um roubo. Isso assegura que você não terá problemas, caso o incidente tenha acontecido em um momento em que o órgão do próximo passo, o Detran, não esteja aberto, como em fins de semana ou feriados.

O B.O., mesmo que não dê a segurança de poder trafegar pelas vias enquanto você não consegue pular para a próxima etapa, dá um certo respaldo e os policiais costumam usar o bom senso nesses casos.

Mas é claro que o indicado é não ficar trafegando com o seu veículo sem a identificação, visto que você estará propício a tomar uma multa.

Segundo passo

Feito o boletim de ocorrência, você deve procurar o Departamento de Trânsito — o Detran — da sua cidade (ou online) e solicitar uma nova ordem de emplacamento. Porém, os procedimentos podem ser diferentes se a placa for a dianteira ou a traseira. Confira:

Placa dianteira

Se a placa perdida for a dianteira (o que é mais comum), você deve procurar um Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) — o site do Detran do seu estado exibe uma lista com os órgãos licenciados que você deve procurar. Como é a dianteira, não é necessária uma nova vistoria. Portanto, é só pagar a taxa e adquirir a placa nova.

Placa Traseira

Se for a placa da parte de trás do carro, o procedimento muda um pouco, visto que é nela que fica instalado o lacre obrigatório. Portanto, a dor de cabeça é um pouquinho maior:

  1. Procure um CRVA com a solicitação da nova ordem de emplacamento;
  2. Leve documentos de identificação pessoal, como CNH, RG e CPF;
  3. Apresente o Certificado de Registro do Veículo — CRV;
  4. É necessário ainda apresentar o laudo de vistoria de identificação veicular, que deve ser feito anteriormente em órgãos especializados para garantir a procedência do seu carro;
  5. Caso a placa ou o lacre esteja apenas danificado, é necessário levar o original, pois eles serão recolhidos;
  6. Mostre ainda o boletim de ocorrência feito anteriormente.

Outras dicas

  • Não tem tempo para fazer todos esses processos? Despachantes costumar realizar o serviço, cobrando uma taxa, obviamente;
  • Para adquirir a nova placa, o carro não pode ter nenhuma pendência, como multas e documentação atrasadas. Caso tenha, é necessário quitar essas dívidas;
  • As taxas pelo serviço costumam variar de estado para estado. Porém o preço médio do serviço é de R$139 o par das placas, sendo o traseiro mais caro, custando aproximadamente R$110. O serviço em despachantes, como mencionamos, sai mais caro.

Já passou pela dor de cabeça de perder a placa do carro? Gostou das nossas dicas com relação à troca do objeto? Ficou com dúvidas? Então escreva para gente nos comentários!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *