Pastilhas de freio: cuidados necessários e quando trocar

Pastilhas de freio: cuidados necessários e quando trocar

A sua segurança e a do trânsito estão completamente ligadas às condições das pastilhas de freio do seu carro. Neste post, entenda como isso acontece e aprenda como você pode fazer a manutenção no tempo certo. Continue a leitura!

O que são as pastilhas de freio?

As pastilhas de freio são peças que suportam grande esforço porque ficam nas rodas dianteiras (em alguns modelos nas quatro rodas), e são acionadas toda vez que o condutor, com o pé, exige frenagem do veículo. Elas têm papel fundamental para garantir a segurança de todas as pessoas que estão no carro. É por isso que o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), também exige o conhecimento sobre o sistema em suas avaliações para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Para aguentar as exigências, elas são feitas de resinas, fibras sintéticas e partículas metálicas na área de atrito com o disco de freio. Sua base tem aço de elevada resistência mecânica e há sulcos na maioria dos modelos para auxiliar na identificação do desgaste.

As pastilhas trabalham sobre alta incidência de calor porque precisam criar o atrito necessário para fazer as rodas pararem. Como parte do sistema de freio, há também o circuito hidráulico ou pneumático que pressuriza ao ter o pedal acionado. Esse circuito comanda as partes que pressionam as pastilhas contra o disco.

As pastilhas podem ser feitas a partir de material metálico (latão, ferro e alumínio), com boa durabilidade, mas menor conforto; material orgânico (celulose e resina fenólica), que dispõe de mais conforto e durabilidade; e de cerâmica (óxido de alumínio, boro e carboneto de silício), indicada para aplicações severas.

Quais cuidados são necessários?

Por conta de sua aplicação, essas peças exigem atenção dos motoristas. Elas têm função primordial para o freio funcionar corretamente. Além disso, o condutor deve saber dosar seu uso, pois existe o risco de superaquecimento. Nessas situações, as pastilhas de freio podem falhar.

Condições que podem causar esse aquecimento além do suportado são encontradas, por exemplo, em trajetos de serra ou descidas íngremes e muito longas. Nessas circunstâncias, o motorista pode incorrer no erro de acionar o freio e mantê-lo pressionado por longo período. Algum problema em parte do sistema de freio também pode gerar falha no acionamento.

Barulhos agudos, trepidação no acionamento do freio, pedal mais baixo que o de costume, acionamento pesado, performance abaixo do normal e sinais indicadores no painel são formas de identificar a necessidade de manutenção.

O que acontece se a manutenção não ocorrer?

Não ter o devido cuidado com o freio significa aumentar consideravelmente o risco de acidentes no trânsito, gerando consequências graves para o motorista, passageiros e outras pessoas que estejam na rua ou estrada.

Com baixa velocidade, mesmo que o freio falhe, pode ser possível parar o veículo por meio do freio de mão, que funciona com um sistema um pouco diferente e só atua nas rodas traseiras. Outro recurso é a redução das marchas, que ajuda a desacelerar o carro.

Andar muito próximo de outros veículos, em velocidade acima do permitido, e deixar para frear com espaço curto de reação prejudicam a sua segurança. Use também a redução de marcha para diminuir a velocidade, isso prolonga a vida das pastilhas. Tenha atenção na hora de comprar um seminovo ou usado. Além de consultar o veículo e seu histórico, ande nele e verifique se há barulho quando você freia.

Quando realizo a troca das pastilhas de freio?

A regra geral para troca por peças novas é a cada 35 mil quilômetros. Um cuidado muito importante é a cada 5 mil quilômetros realizar inspeção, para prevenir sobre possíveis falhas no sistema. Quem não troca a pastilha no período recomendado pode causar desgaste excessivo nos discos.

Isso vai exigir a troca dele por um novo, aumentando o custo da manutenção. Fique atento para ruídos agudos e vibrações quando o pedal do freio é acionado. Esses são sinais que ajudam a identificar um problema.

Quando você toma esses cuidados e sabe como lidar, as pastilhas de freio do seu carro sempre estarão em perfeitas condições para te oferecer segurança.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *