Os 6 erros de direção que prejudicam o seu carro

Os 6 erros de direção que prejudicam o seu carro

Você sabia que a maneira como você dirige seu carro pode afetar alguns de seus componentes e diminuir sua vida útil? Verdade! Alguns erros de direção podem ser responsáveis por muitas dores de cabeça futuras.

São tantos vícios que fica difícil livrar-se deles de uma hora para outra. Mas nada que seja impossível de reverter! Que tal tentar evitá-los para preservar o bom funcionamento de seu veículo?

Sendo assim, vamos começar citando apenas alguns. Confira, então, uma lista que preparamos para você, com aqueles errinhos mais comuns, que para você parecem inofensivos, mas que, na verdade, podem levar seu carro ao mecânico com muito mais frequência do que você gostaria.

Fique ligado!

  1. Subir em calçadas não rebaixadas

A grande maioria dos motoristas faz isso: quando é preciso estacionar e não há um lugar razoável, muitas vezes o risco de subir em calçadas altas nem é levado em conta.

Acontece que esse hábito acaba com os pneus do carro e é algo ainda mais arriscado, se eles não estiverem devidamente calibrados. Dependendo do jeito e da velocidade com que o motorista sobe a calçada, outros sistemas podem ser também afetados, como a suspensão e a direção.

  1. Conduzir com o tanque na reserva

Pode até ser possível dirigir o carro com pouco combustível, no entanto, isso pode comprometer o bom desempenho da bomba de combustível.

Em veículos que têm injeção eletrônica, a bomba fica dentro do depósito de combustível e, com ele quase vazio, fica difícil garantir a lubrificação e o arrefecimento do motor. O que significa possibilidade de danos ao sistema por superaquecimento.

  1. Passar em lombadas ou quebra-molas com duas rodas na diagonal

Esse é um hábito bem frequente entre os motoristas. Quando eles estão em alta velocidade, costumam frear e passar transversalmente sobre as lombadas, pensando que o impacto será menor.

Mas esse é, com certeza, um engano. Esse hábito acaba provocando a torção na carroceria e pode danificar alguns componentes, inclusive amortecedores, buchas e até o sistema de direção — como juntas homocinéticas, rolamentos, entre outros.

  1. Dar leves aceleradas para manter o carro na ladeira

Em engarrafamentos ou mesmo para manter o carro parado em ladeiras, é comum alguns motoristas darem leves aceleradas.

Saiba que esse hábito, nos carros manuais, desgasta o câmbio de embreagem e, em veículos automáticos, causa um aumento da temperatura da caixa, provocando desgaste dos materiais internos.

A atitude certa em situações como essas é manter o pé no freio ou acionar o freio de mão enquanto o veículo estiver parado.

  1. Apoiar o pé no pedal da embreagem

Descansar o pé sobre o pedal de embreagem é um dos erros de direção mais frequentes e afeta a durabilidade desse sistema. Esse hábito causa uma pressão, que mesmo sendo pequena, vai comprometendo aos poucos alguns componentes, como disco, molas e rolamentos. Fique atento e evite esse vício!

  1. Descer longos percursos em ponto morto

Descer em ponto morto ou, como dizem, na “banguela” é um hábito de vários motoristas. O objetivo? Economia de combustível. No entanto, em tempos de automóveis com injeção eletrônica, isso não passa de ilusão.

Em carros desse tipo o que acontece é justamente o contrário: o veículo consome mais combustível, além de sofrer um desgaste muito grande no sistema de freios, pois não haverá a força do motor para contê-lo.

Portanto, evite esses erros de direção. Assim, você preserva seu carro em bom estado por muito mais tempo! O que acha de nos seguir nas nossas redes sociais e ficar por dentro de todas as nossas atualizações? Estamos no Instagram, Facebook e no Twitter!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *