Calibragem: quatro problemas para evitar

Calibragem: quatro problemas para evitar

Quando você deixa de fazer a calibragem correta nos pneus do seu carro com regularidade, a vida útil deles pode ser reduzida em 45% e o nível do consumo de combustível pode aumentar 4%, segundo a Continental, fabricante de pneus.

Mas os danos vão além dos gastos com combustível. Pneus fora da calibragem ideal são um perigo para a segurança do veículo e também para as pessoas. Por isso é tão importante calibrá-los com regularidade. Confira neste texto 4 riscos que podem surgir quando os pneus não estão calibrados corretamente, tanto pelo excesso ou pela falta de pressão.

QUANDO HÁ FALTA DE PRESSÃO

O carro fica mais vulnerável à aquaplanagem

Segundo especialistas, os pneus estão diretamente ligados à aerodinâmica do carro. Por isso, qualquer variação na pressão deles, pode alterar o desempenho do veículo. Quando o pneu fica mais murcho, ou seja, quando falta ser calibrado, sua área de contato com o solo aumenta e ele empurra a água para frente ao entrar em um piso molhado. Desta forma, o acúmulo de água à frente dele fica maior. Esse é o gatilho para a ocorrência da aquaplanagem.

O pneu pode sair da roda

Pode parecer algo bem extremo, mas é, sim, possível acontecer. Esta situação é chamada de detalonamento e exige uma série de outros fatores para ocorrência. Além da pressão baixa nos pneus, o veículo tem que estar bastante pesado e numa curva fechada, por exemplo.

QUANDO HÁ EXCESSO DE PRESSÃO

Sua picape pode perder estabilidade no eixo traseiro

É preciso ressaltar que todo tipo de carroceria sofre danos quando a calibragem não está correta. Porém, a picape, especificamente, se torna instável quando os pneus estão com a pressão acima do normal. Para carregar algo na picape, é preciso aumentar a pressão dos pneus. Mas ao esvaziá-la, a pressão deve ser reduzida ao normal exigido pela montadora.

Se isso não for feito, o eixo traseiro terá instabilidade por conta da rigidez dos pneus, que tenderão a quicar. Além disso, vale lembrar que boa parte das picapes médias conta com tração traseira ou temporária e, assim, o destracionamento pode causar perda de controle facilmente.

O desempenho da frenagem de seu veículo pode piorar

Segundo especialistas, a lateral do pneu é responsável por carregar a maior parte da carga do veículo. Assim, quando há excesso de pressão na calibragem, essa lateral levanta demais e a área de contato com o solo diminui. Dessa forma, sem poder contar com a lateral dos pneus para o segurar, o carro pode aumentar seu espaço de frenagem. De acordo com o especialista, não é possível quantificar isso, já que envolve variáveis como peso do carro, dimensão do pneu, sistema de frenagem, entre outros.

Autor

O Carcheck proporciona uma negociação mais segura na compra do veículo usado. Antes de fechar negócio, é possível analisar indicadores de segurança, informações de seguradoras, além das condições atuais e rodagem junto aos órgãos competentes. Com a consulta, você também se previne de problemas como débitos em financiamentos, além de eventuais irregularidades que possam existir no veículo consultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *