Conheça os cuidados que você precisa ter para dirigir em dias de chuva

Conheça os cuidados que você precisa ter para dirigir em dias de chuva

Todos nós sabemos que dirigir em dias de chuva requer cuidados maiores que em dias normais, não é mesmo? Nessas ocasiões, além da visibilidade ficar bastante prejudicada, aumenta a probabilidade de situações de perigo — como derrapagens, quedas em buracos, aquaplanagens, entre outras.

Para que, nesses momentos, você possa conduzir seu veículo com segurança, vamos dar algumas dicas valiosas para que, dessa forma, tais acidentes possam ser evitados. Lembrando que você pode e deve se proteger antecipadamente — para isso, algumas medidas preventivas de manutenção do carro são fundamentais.

Continue a leitura e confira nossas sugestões para uma direção mais segura em dias de chuva.

  1. Mantenha distância dos carros à frente

Tendo em vista que, em situações normais, você já não sabe muito bem o que o motorista da frente pode fazer, o que dirá em dias chuvosos? Por isso, manter sempre uma distância é essencial para que se possa evitar imprevistos. O ideal é estabelecer uma distância de 4 segundos do veículo que vai adiante.

  1. Fique atento ao atravessar trechos alagados

Outro cuidado que o motorista deve ter ao dirigir em dias de chuva é em relação a trechos alagados — visto que nunca se sabe se há buracos ou poças mais profundas.

O perigo, nesses casos, é a água entrar no motor e causar o chamado “calço hidráulico”, que vai deixar você no meio do caminho e cujo conserto é muito caro. Dependendo da gravidade, pode haver comprometimento de vários componentes do automóvel, como, pistões, bielas e válvulas.

A dica para o condutor que se vê nessa situação é colocar o veículo em ponto morto e empurrá-lo até um local mais seguro, onde possa contactar um reboque.

  1. Mantenha os para-brisas em ótimas condições

Cuidar para que os limpadores de para-brisas funcionem corretamente é essencial para uma boa visibilidade em dias chuvosos. É sempre útil verificar o estado desses itens, principalmente nos períodos mais secos do ano, que é quando eles apresentam ressecamento. Do contrário, corre-se o risco de que o problema seja percebido apenas no momento de necessidade, ou seja, em dias de chuva. A dica é limpá-los periodicamente, utilizando-se um pano úmido.

  1. Baixe a velocidade ao dirigir em dias de chuva

Quanto maior for a velocidade ao dirigir seu veículo em pista molhada, maior será o risco de ocorrer a “aquaplanagem” — que é o fenômeno em que o carro desliza sobre uma lâmina de água que fica entre a roda do veículo e o asfalto. Isso faz com que o motorista perca o controle do automóvel. A dica é manter a velocidade baixa ao passar por trechos bem pavimentados, que são pontos onde geralmente esse tipo de acidente acontece.

As recomendações para enfrentar a “aquaplanagem”, caso ocorra, é não pisar no freio e retirar o pé do acelerador, segurando com firmeza o volante para tentar colocar o veículo em linha reta.

  1. Trafegue com os faróis baixos

Nunca dirija com faróis altos, pois você cegará o motorista que vem na direção oposta, bem como ofuscará, pelo retrovisor, a visão de quem estiver à sua frente. Trafegando com os faróis baixos, você ilumina a estrada, para sua própria visibilidade, e torna-se visível para os outros condutores.

  1. Confira as condições dos pneus do carro

Pneus desgastados oferecem riscos de derrapagens em qualquer situação, mas, em tempos chuvosos, esse perigo aumenta bastante. Por isso, para sua segurança, verifique com frequência o estado desses componentes, que devem ter os sulcos acima de 1,6 mm. Manter os pneus sempre bem calibrados é outra recomendação essencial de segurança.

Você curtiu este post sobre boas práticas para dirigir em dias de chuva? Lembrou-se de outros cuidados importantes? Deixe, então, um comentário neste artigo e compartilhe com a gente a sua opinião sobre o assunto.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *