Carro novo básico ou usado completo?

Carro novo básico ou usado completo?

Uma dúvida muito comum que surge na hora de trocar de automóvel é a respeito das vantagens e desvantagens de escolher um carro novo ou usado. Desconsiderando os compradores que não dispensam um veículo zero-quilômetro por convicção, o ideal é pesar essa questão na balança para tomar a melhor decisão.

Mas o que considerar diante de tantas opções disponíveis no mercado?

Pensando nisso, reunimos no post alguns fatores que avaliam os prós e contras de cada um. Confira!

Carro novo ou usado: qual é o mais econômico?

É incontestável, quando o assunto é preço, que os seminovos saem na frente. Pelo mesmo valor de um carro novo, é possível comprar um usado completo, bem equipado, sofisticado e potente. Por outro lado, ao optar por um automóvel 0km, o cliente terá que se contentar com um modelo mais simples e sem tantos acessórios, pela mesma faixa de preço.

Sem contar que há uma enorme desvalorização do veículo nos primeiros anos de uso. Caso o modelo seja importado, a situação fica ainda mais preocupante, com depreciações que podem chegar até 50% do preço de tabela, em apenas dois anos.

Normalmente, alguns compradores sonham em adquirir um carro zero, por isso ignoram os usados, pelo menos, a princípio. Porém, quando notam que com o valor que têm na mão só poderiam comprar um automóvel básico — com poucos equipamentos e que não supre suas necessidades —, eles mudam de ideia e escolhem um seminovo pelo mesmo preço.

Frequência de uso

Se você pretende usar pouco o automóvel, um novo pode ser uma péssima ideia. Isso porque você gastará muito com as revisões em concessionária para manter a garantia intacta. Contudo, se você for rodar muito, um 0km será a melhor opção.

Garantia contínua

Na maioria das vezes, a garantia de veículos é de três anos, podendo chegar a cinco anos. Se você adquirir um carro com um ano de uso, ainda terá respaldo nos próximos 24 meses. Assim, quem opta por um seminovo sai ganhando financeiramente, o que permite que o dinheiro possa ser empregado no seguro e/ou em manutenções futuras.

Financiamentos e taxas

A compra de automóveis por financiamento é uma prática comum, tanto para os novos quanto para os seminovos. O diferencial está no valor. Os zero-quilômetro são melhores para financiar, já que muitas montadoras oferecem ótimas condições a juros reduzidos para você tirar aquele modelo novinho da concessionária.

Em contrapartida, o financiamento de seminovos são mais custosos, com taxas um pouco salgadas — dependendo, claro, da entrada e do número de parcelas.

Quanto ao IPVA, em carros novos o valor é maior, pois é definido a partir do preço de mercado, mas diminui com o tempo. Portanto, se quiser financiar a longo prazo, faça as contas para não sair prejudicado por causa dos juros. Afinal, você não quer pagar por dois veículos, não é mesmo?

Seguro do carro

Outro fator a ser considerado ao escolher entre um carro novo ou usado é o seguro. No primeiro, ele custa mais barato porque a incidência de manutenção corretiva e quebra de peças é menor. Já o segundo é mais caro, pois as chances de surgirem defeitos é maior. Logo, o zero-quilômetro sai na frente neste quesito.

E então, o que achou do post? Aproveite e deixe seu comentário com perguntas ou sugestões. Até a próxima!

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *