Carro flex: veja quando compensa abastecer com álcool

Carro flex: veja quando compensa abastecer com álcool

Para garantir o melhor custo-benefício no abastecimento do seu veículo, o melhor é seguir algumas regras. Fazendo o cálculo certo você vai saber se é melhor abastecer seu carro flex com álcool ou gasolina. O abastecimento pode ser definido também por algumas outras questões, além do bolso. Entenda melhor tudo isso neste post.

Valor do etanol em relação à gasolina

Como o etanol oferece uma autonomia menor que a gasolina, não é porque o combustível está mais barato que você vai economizar. Esse preço obtido a partir de uma conta (veja a seguir) indica se o valor vai cobrir o fato de o carro gastar mais ao rodar só com álcool.

Há outras questões que os motoristas podem considerar além do fator econômico para se decidirem sobre melhor combustível.

Quando se abastece com álcool, o carro tende a ter mais potência. Ele também é considerado um combustível mais limpo, ou seja, tem uma quantidade menor de queima de nanopartículas, que causam problemas respiratórios. Além disso, é um produto renovável, porque aqui no Brasil é obtido a partir do processamento da cana-de-açúcar. Contudo, com relação ao meio ambiente, a plantação da cana exige um desgaste excessivo do solo se não houver uma rotatividade. Além disso, ainda há o uso de agrotóxicos para garantir a produção.

A gasolina é obtida a partir do processamento do petróleo, que é um produto finito, e sua produção envolve várias fases que geram poluição ao meio ambiente.

Combustível e o motor

Os resíduos do etanol no motor causam corrosão maior do que quando há o uso da gasolina. Isso também acontece no sistema de injeção. Por isso há uma recomendação para quem usa mais o álcool: a cada 5 mil quilômetros fazer um abastecimento com gasolina, se possível a aditivada, o que vai ajudar na limpeza desses resíduos que causam danos a diversas partes do propulsor.

Cálculo para abastecer com álcool

O cálculo para verificar se compensa abastecer com álcool ou não é simples. O preço da gasolina X 0,70 = preço máximo do etanol a ser pago para valer a pena.

Abastecimento com álcool e gasolina

O condutor pode escolher misturar os dois combustíveis no caso de carro flex. Essa forma de abastecimento precisa seguir a regra 85/15, que significa usar 85% de gasolina e 15% de etanol. Seguir essa porcentagem certamente garante o melhor funcionamento do seu veículo. É importante lembrar que, na gasolina vendida no posto já, deve ter 27% de etanol anidro adicionado, conforme especificado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

A vantagem para esses casos é que você vai ter tanque cheio com um gasto menor e o consumo tende a seguir a média da gasolina, com um pouco de perda. A potência do carro também melhora um pouco. Um dos problemas que pode ocorrer é a demora maior para o veículo pegar na partida.

Melhor hora para abastecer seu carro flex

Quanto mais fria, a gasolina tem maior densidade (relação entre massa e volume). Quem abastece pela manhã vai ter no final do dia o combustível no tanque aumentado em 0,9 litros, em média.

Depois disso tudo, decidir-se sobre abastecer com álcool ou gasolina vai ficar mais fácil e você entenderá melhor quando pode gastar menos. Agora que está por dentro, nos diga sua opinião sobre a relevância do fator meio ambiente na escolha o combustível. O que acha do preço do combustível na sua localidade? Aproveite o seu espaço e comente.

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *