6 mitos sobre comprar um carro usado nos quais você não pode mais acreditar

6 mitos sobre comprar um carro usado nos quais você não pode mais acreditar

Quer comprar um carro usado, mas esbarra em alguns mitos que o deixam com algumas dúvidas?

De fato, muito se fala sobre mitos e verdades na compra e venda de automóveis seminovos e usados. Mas será que essas histórias que tanto nos assombram têm a ver com a realidade ou são apenas crenças sem nenhum fundamento?

Vamos, neste artigo, tentar elucidar os mitos mais comuns de que ouvimos falar e esclarecê-los de uma vez por todas para você, tornando a sua escolha de um carro usado bem mais tranquila. Continue a leitura e confira.

  1. Perde-se dinheiro ao dar o carro atual na compra de um novo

Tudo vai depender da negociação. Mesmo que a oferta na troca esteja abaixo do valor de mercado, você pode compensar pedindo desconto no preço do carro novo.

Além disso, essa medida evitará que você tenha depois um outro desafio pela frente — o de tentar vender o seu carro para terceiros, prática que vai demandar tempo e muita burocracia.

  1. Veículos para portadores de deficiência só servem para eles

Algumas pessoas acham que veículos para deficientes físicos só servem para eles. Na verdade, trata-se de um mito, apesar de existirem 52 patologias que definem um condutor como PcD (pessoa com deficiência).

A maioria desses deficientes não necessita de carro adaptado. Nesses casos, os veículos são iguais aos outros, com a única diferença de que foram adquiridos com isenção de impostos, devendo ficar no nome da PcD por, no mínimo, dois anos.

  1. Os veículos com baixa quilometragem são sempre melhores

Nem sempre os carros com baixa quilometragem têm os seus componentes e sistemas funcionando 100%. Em alguns casos, a baixa quilometragem pode indicar que o veículo ficou parado por muito tempo, o que não é um bom sinal.

Alguns componentes precisam ser usados com regularidade, do contrário podem passar a apresentar problemas. Exemplos disso são baterias, fluidos, ar-condicionado etc. Por isso, procure saber o motivo da quilometragem abaixo do normal.

Carros com alta quilometragem que passam pelas devidas revisões e manutenções podem ter os seus componentes funcionando plenamente por muito tempo e, muitas vezes, em condições superiores quando comparados àqueles que ficaram parados longo tempo na garagem.

  1. Não compensa comprar um carro usado de locadora

Pelo contrário, compensa, e muito, tendo em vista que as locadoras renovam constantemente as suas frotas, mantendo vários de seus veículos na garantia e com pouca quilometragem.

Outro hábito comum em locadoras e que representa uma grande vantagem é a revisão pela qual passa cada veículo após a devolução. Trata-se de uma rotina para que o automóvel esteja pronto para nova locação.

Manutenções preventivas também são comuns em veículos de locadoras. Entretanto, apesar de serem veículos confiáveis, essas vantagens não eximem o comprador de fazer as devidas avaliações no automóvel.

  1. Veículos de um único dono são mais valorizados

De nada adianta o carro ter passado por apenas um dono se ele não foi adequadamente cuidadoso. O que conta, na verdade, é o estado do carro e se ele passou por suas revisões obrigatórias e as devidas manutenções.

O seu olhar criterioso é que vai avaliar o estado geral do veículo, não importando se ele passou por um ou dois donos.

  1. “Carro de mulher” é mais conservado

Carros que pertenceram a mulheres, na sua maioria, são bem conservados, visto que elas são mais calmas para conduzir os seus veículos, são mais cuidadosas e menos afoitas ao volante — prova disso são as seguradoras fazerem distinção de preços nos seus orçamentos.

No entanto, isso não quer dizer que pelo fato de um carro ter pertencido a uma mulher ela tenha tomado todos os cuidados com a mecânica, que, geralmente, fica por conta dos homens. Sendo assim, generalizar pode ser um erro — existem homens e mulheres cuidadosos.

Agora que você já sabe que alguns mitos não passam de crenças, já pode comprar um carro usado com mais tranquilidade, não é mesmo? No entanto, se quiser a nossa ajuda para conhecer mais sobre o histórico, bem como outros detalhes do veículo, entre em contato com a gente — temos uma variedade de consultas para atender as necessidades de cada cliente.

 

Autor

O Carcheck proporciona uma negociação mais segura na compra do veículo usado. Antes de fechar negócio, é possível analisar indicadores de segurança, informações de seguradoras, além das condições atuais e rodagem junto aos órgãos competentes. Com a consulta, você também se previne de problemas como débitos em financiamentos, além de eventuais irregularidades que possam existir no veículo consultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *