6 dicas para vender um carro usado sem problemas

6 dicas para vender um carro usado sem problemas

O mercado de veículos do Brasil é um dos maiores do mundo. Com mais de 20 montadoras atuando no país, a competição é consideravelmente alta. Além deste mercado de veículos novos, também disputam os donos de veículos usados e, foi exatamente pensando nestas pessoas, que preparamos o guia de hoje.

Gostaria de 9 dicas sobre como fechar negócio de forma agradável e sobre como deixar o seu veículo em boas condições de venda? Confira!

Conserve o seu veículo

Se possível, evite deixar o seu veículo exposto ao sol e à chuva, isso manterá a pintura mais bem conservada. Evite o consumo de alimentos no veículo e lave-o por dentro e por fora regularmente para uma melhor conservação de bancos, da pintura e dos painéis.

Mantenha peças e equipamentos originais

Customizações podem dar um upgrade no visual de seu veículo, mas lembre-se: gosto é subjetivo. Se tiver a intenção de vender o carro no futuro, mantenha as peças e os equipamentos originais. Itens não originais tendem a diminuir o valor da venda!

Mostre o seu veículo

Um anúncio na internet com boas fotos e circular com uma placa de “vende-se” são boas propagandas. Mas se você tem pressa para concretizar a venda do veículo, leve-o aos feirões de carros usados.

Faça uma revisão do veículo

É importante que o veículo esteja na melhor condição possível no momento da venda. Faça uma revisão completa dos principais itens do carro e apresente comprovantes ao comprador. Esta revisão passará mais segurança de que seu veículo é um bom negócio.

Cuide da história do seu carro

Conserve a história do seu veículo. No momento da venda, apresente itens como nota fiscal, manual do proprietário, chave reserva e comprovantes de manutenções.

Ou seja, tudo que possa passar confiança e certeza de que o veículo fora bem cuidado. Assim, você oferece mais segurança ao comprador, possibilitando ao vendedor pedir um valor maior para vender o carro.

Melhore o visual

Antes de apresentar o seu veículo, cuide de seu visual. Polimento para realçar o brilho e a pintura, higienização interna para dar uma renovação em bancos e em carpetes. Além disso, elimine cheiros desagradáveis e faça uma lavagem completa!

Não se esqueça dos reparos

Os reparos dependem da situação. Se você for vender seu veículo para uma concessionária de carros usados, deixe pequenos reparos como na pintura, por exemplo, por conta deles.

Normalmente, esses revendedores possuem parcerias e podem realizar reparos com facilidade. Além disso, lojistas preferem pinturas originais no momento da compra.

Se você for vender o seu veículo para uma pessoa física, realize os reparos antes de apresentar o seu veículo. Caso esteja em circunstâncias financeiras difíceis, faça orçamentos dos melhores preços e mostre-os ao comprador. Ofereça este valor como desconto na compra do seu veículo.

Cuidado com golpes

Marque a apresentação do seu veículo em lugares movimentados e abertos como estacionamentos. Caso a venda seja concretizada, evite receber o pagamento em dinheiro ou em cheque. Prefira sempre realizar a transação financeira diretamente no banco.

Não fique com a responsabilidade

Após a concretização da venda, isente-se de multas ou qualquer outra responsabilidade relacionada ao veículo. Preencha o certificado de registro de veículo — CRV com os dados do novo proprietário — assine e reconheça a assinatura o mais breve possível. Lembre-se de tirar cópias do documento.

Restou alguma dúvida o gostaria de fazer uma observação? Deixe o seu comentário!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *