4 cuidados que você deve ter na hora de instalar acessórios no carro

4 cuidados que você deve ter na hora de instalar acessórios no carro

Bruno Duarte, 67 anos, comprou um carro. Atraído pelo preço, levou o veículo a uma loja para instalar película e alarme.

Ao instalar o rastreador da seguradora, o alarme começou a dar defeitos. Após várias pesquisas, Duarte descobriu que o equipamento não era compatível com o carro e a película, que é preta, ficou roxa e ainda descolou. Essa história é fictícia, mas é cada vez mais comum encontrar motoristas que passaram pela mesma situação.

Ficou com medo de instalar um simples CD player no seu veículo? Não precisa se desesperar, caro leitor. Confira a seguir como instalar acessórios no carro sem ter dor de cabeça!

Alarme

Não há restrições em relação ao alarme. Ele pode ser adquirido em autorizadas ou em lojas de acessórios. A principal diferença está no acondicionamento, pois podem ser colocados em embalagens diferentes.

Evite alarmes muito baratos e de marcas pouco conhecidas. Esses equipamentos disparam com frequência e podem não ser compatíveis com a parte eletrônica do seu veículo.

Nas concessionárias, o cliente tem uma maior garantia de que o alarme foi instalado de acordo com as especificações da fábrica. Todavia, na loja especializada, há mais opções.

Antes de comprar o alarme, não se esqueça de perguntar se o equipamento é compatível com o rastreador da sua seguradora (se houver). Isso é muito importante para evitar problemas.

Película escura

Hoje em dia, vários carros utilizam esse filme plástico, que tem como poder reduzir a incidência do sol, além de garantir mais privacidade e segurança para o veículo. Nesse caso, o serviço de uma loja é praticamente igual ao de uma concessionária.

No entanto, a autorizada cobra um pouco mais. A película escura será instalada corretamente somente em locais limpos, pois a sujeito pode provocar bolhas ou falhas de colagem.

Outra dica interessante sobre esse acessório é que a película espelhada gera multa! Escolha a preta. Evite o tom de roxo, pois com o passar do tempo, ele pode descolorir.

Cheque a qualidade do material. Para isso, pegue um pedaço do filme e risque os dois lados. Se a tinta sair com facilidade, isso indica que o produto provavelmente irá perder a sua cor.

Sistema de som

O motorista que optar por instalar o sistema de som em uma concessionária deve ter a certeza de que o equipamento não perderá a garantia da parte elétrica, além de ter à sua disposição o suporte de materiais originais. Como é o caso do chicote original, aro adaptador do alto-falante e de bucha das portas.

Mas é importante ressaltar que o serviço é mais caro e pode demorar quase três vezes mais. A boa notícia é que as lojas fornecem várias opções e têm atendimento personalizado.

Caso encontre equipamentos muito baratos, principalmente se forem de marcas conhecidas, recomendamos que não finalize a compra, pois é muito comum encontrar acessórios falsificados. Evite também que troquem o chicote original, sob o risco de perder a garantia de fábrica.

A instalação do sistema de som não pode ser executada de qualquer forma. Portanto, verifique se o instalador possui credenciamento por alguma marca ou se ele fez algum curso específico na área.

Vidro elétrico

Quando o vidro elétrico não é oriundo de fábrica, ele deve ser instalado em uma concessionária. Além da loja comum não conhecer o veículo por completo, você ainda corre o risco de ter uma máquina de vidro instalada que não seja compatível com o seu veículo.

Para evitar problemas, verifique se os botões do equipamento são semelhantes aos que saem de fábrica. É importante ressaltar que modelos que trabalham junto com as travas de portas apresentam defeitos com mais facilidade no futuro, já que são diversas tecnologias no interior de um único produto.

Após ler este artigo, restou alguma dúvida sobre o assunto? Compartilhe conosco nos comentários abaixo!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *