4 cuidados ao comprar um carro particular

4 cuidados ao comprar um carro particular

Adquirir um novo carro é uma atitude frequente de o comprador deixar seu antigo automóvel na concessionária como parte do valor do novo veículo. Porém, nesse processo, é comum que o antigo carro seja comprado pela concessionária por um preço abaixo do mercado e vendido por um valor maior, trazendo prejuízos ao antigo dono na hora da troca e para quem irá comprá-lo. Por esse motivo, quem deseja vender o veículo, muitas vezes acaba fazendo por conta própria, o que traz benefícios tanto ao comprador quanto ao vendedor.

Você está procurando um carro usado para comprar? Continue lendo este artigo, nele daremos algumas dicas para comprar um automóvel com segurança!

1- Compare os valores

A primeira atitude que deve ser tomada por um comprador é comparar os preços. Veja o valor da tabela para o modelo do carro que você quer comprar e se a quantia pedida está de acordo com a referência. Se estiver, é preciso checar outros tópicos para avaliar se o automóvel realmente vale o que o vendedor está pedindo.

2- Cheque as pendências

No site da Denatran, é possível conferir a situação do carro, se a placa é verdadeira, se existem multas a pagar, se o carro é roubado e se a documentação está em dia. O número do chassi que está no documento do veículo também deve ser o mesmo do chassi e dos vidros. Confira também se o número da placa e cor bate com a documentação apresentada.

3- Verifique as condições do veículo

No documento, também é possível verificar se o carro foi sinistrado, ou seja, se sofreu um dano muito grave e teve muitas partes refeitas. Porém, não são em todos os carros que isso ocorre.

Portanto, é preciso realizar uma vistoria, de preferência com um profissional, para verificar se a pintura foi danificada ou se houve alguma parte do motor ou peça importante substituída. Também é possível detectar se o carro passou por enchentes.

Mesmo depois da limpeza ocorrida nessas situações, alguns lugares de difícil acesso ainda contêm vestígios de barro. Outra dica é verificar os estofados e carpetes: se estiverem com sachês para disfarçar o odor ou se você sentir o cheiro característico de estofado úmido desconfie.

4- Peça o histórico do carro

O vendedor também pode oferecer ao possível comprador um histórico do veículo, com os dados do licenciamento, multas, se já sofreu acidentes e qualquer outro dano ou processo que o carro tenha se envolvido. Este documento é gratuito e pode ser solicitado pelo proprietário do carro no Departamento de Trânsito da cidade.

Seguindo essas dicas, comprar um carro particular ficará mais prático e seguro. Se estiver tudo certo com o automóvel e você resolver comprá-lo, fique atento ao prazo em que a transferência deve ser realizada: são 30 dias corridos.

Caso não seja realizada, o novo comprador recebe 5 pontos na CNH e deve pagar uma multa de R$127,69. Ao realizar a transferência, forneça uma cópia autenticada do documento (CRV) para o antigo proprietário. Agora você já sabe os cuidados que deve tomar ao comprar um carro particular.

Quer aprender a fazer um checklist com tudo o que você precisa avaliar na compra de um veículo usado? Confira o nosso artigo sobre o assunto!

 

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *