Como conferir um caminhão usado antes de comprar

Como conferir um caminhão usado antes de comprar

Como acontece com qualquer veículo, comprar um caminhão usado exige um investimento mais baixo do que adquirir um caminhão novo. É claro que essa negociação pode ser um ótimo negócio para você, comprador, que pode pegar uma carreta de boa qualidade e por um preço mais barato. Mas para isto, você deve sempre prestar atenção em alguns fatores, sem os quais poderá passar mais tarde por alguns problemas, sejam financeiros ou legais.

Pesquise e especifique o que você quer antes de sair em busca do veículo

Quando você sair em busca de um caminhão usado nas concessionárias, não basta pesquisar e comparar os preços cobrados – o que pode ser facilmente realizado consultando as listas de valores médios cobrados no mercado, como as tabelas FIPE ou da empresa MOLICAR, disponíveis em revistas especializadas ou na Internet. Você também deve ter determinado muito bem qual o modelo de veículo que atenderá às suas expectativas de uso e desempenho.
Isso impedirá que você faça uma compra inconveniente por impulso ou por ter sido instigado pelo vendedor. Ninguém melhor do que o comprador para saber como será o aproveitamento do veículo e o tipo de carga que será utilizado, e isso tem influência direta no valor que se pretende investir na negociação. Prefira fazer negócio com concessionárias confiáveis ou em em feiras regulares, porque os veículos desses locais, em geral, trazem garantia a problemas posteriores à aquisição. Com isto, casos mais graves poderão ser levado a juízo com amparo do Código de Defesa do Consumidor.

Inspecione o estado geral do veículo que pretende comprar

Não se preocupe em demorar durante sua verificação ou com a quantidade de perguntas feitas ao vendedor. Questione bastante. Tire suas dúvidas, sem se sentir pressionado a fechar negócio.
Dê preferência para ver o caminhão à luz do dia, o que facilitará a visualização de eventuais defeitos e avarias. Não olhe apenas o motor, a suspensão, a parte mecânica e elétrica: deve-se dar muita atenção também aos amassados, que podem esconder antigas batidas não informadas pelo vendedor; à situação dos pneus, que podem entregar a idade do veículo; bem como a quantidade e condições dos acessórios que ele possui, que é fator determinante na variação de valores.
É oportuno contar com a ajuda do mecânico de sua confiança nesta hora, e que você mesmo fizesse um test-drive para analisar o desempenho da máquina, o estado da caixa de marchas e da suspensão, assim como a existência de barulhos estranhos. Tenha atenção, calma e seja minucioso. Tudo isso pode ser uma diferença a seu favor no valor final da negociação. Lembre-se que consertar mais tarde os problemas mecânicos pode custar muito dinheiro. Caso esteja desconfiado de algo, uma boa medida é tentar o contato direto com os proprietários anteriores para descobrir o histórico de manutenção do veículo.

Verifique a documentação do caminhão

Por precaução e segurança, consulte o DETRAN de seu estado para constatar a correta documentação do veículo, bem como se assegurar de sua situação tributária como se há parcelas do IPVA atrasado, multas ou bloqueios. Verificar se não existe sinistro vinculado ao automóvel também é fundamental.
O número do chassi deve conferir com o número registrado no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Peça a apresentação do comprovante de pagamento do IPVA, do seguro obrigatório (DPVAT) e verifique a regularidade do documento de Inspeção Veicular Ambiental. Com todos esses documentos em dia, você poderá se sentir mais seguro para adquirir um veículo usado legalizado, que não oferecerá problemas com a Polícia Rodoviária Federal no futuro. Para facilitar esta tarefa, você pode consultar muitas destas informações através do Nosso site !

Com atenção a estes detalhes é possível adquirir um caminhão usado em excelente estado. Seja minucioso e utilize todas as informações coletadas para conseguir preços melhores no ato da negociação!

 

Autor

O Carcheck é uma ferramenta que visa a segurança na negociação de veículos usados, permitindo ao consumidor analisar cuidadosamente vários indicadores de segurança além de toda a trajetória do veiculo desde o seu primeiro registro junto aos órgãos competentes(Detran, Denatran, Dnit, Financeiras e etc) até o dia da aquisição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *